Boa Vista SCPC é parceira em elaboração do ranking das 500 maiores da Época Negócios

Por Flávio Estévez Calife, economista da Boa Vista SCPC

A Boa Vista participou como parceira na elaboração do ranking das 500 maiores empresas da Revista Época Negócios.

A área de indicadores econômicos elaborou os indicadores financeiros destas empresas e contribuiu com um artigo sobre os principais resultados observados. Confira na íntegra a publicação.

 

Menos confiança de empresa e consumidor

Os dados do ranking 500 das maiores companhias acendem a luz amarela

 

A confiança de empresários e consumidores pesou muito mais no desempenho das grandes empresas do que os resultados da economia em 2013. Embora o PIB tenha crescido mais – 2,5%, ante 1% em 2012 –, a receita das 500 maiores empresas avançou menos.  O número agregado de receita líquida aumentou 13%, para R$ 2,6 trilhões, em comparação com 14,9% em 2011 e 13,8% em 2012.

Todos os 26 setores analisados no ranking das 500 maiores empresas publicado nesta edição tiveram crescimento da receita líquida, com destaques para  Infraestrutura (33,3%), Comunicação (25,5%) e Agronegócio ( 24,6%). O pior resultado foi o de Tecnologia – Software e Serviços, com 4,3%.

Os lucros, que já haviam recuado fortemente em 2012, voltaram a cair, embora menos. Em 2012, a queda tinha sido de 33,8% e, em 2013, foi de 6,8%. Maiores quedas: Papel e Celulose (-790,7%) e Veículos e Autopeças (-108,7%). Em contrapartida, os lucros de Construção Civil cresceram 119,7% e os de Higiene e Beleza 99,7%.

Uma pequena boa notícia: a margem Ebitda (mede quanto a empresa gera de caixa em relação à receita) mostrou leve melhora: passou de 14,7% para 15,3%.  Pode sugerir que, mesmo com um cenário menos favorável, as empresas conseguiram gerir melhor receitas e despesas operacionais.

Em 2014, o cenário de incertezas prevalece, com maior rigor das empresas nas decisões de investimento das empresas e com um consumidor bastante cauteloso e a quem o crédito está mais restrito. Diante desses desafios, a qualidade dos processos de planejamento e gestão corporativa será decisiva para a melhora do desempenho financeiro das empresas.

 

 

 

 

Posts relacionados

Percentual de cheques devolvidos atinge 1,79% em agosto

O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) como proporção do total de cheques movimentados atingiu 1,79% em agosto, registrando considerável redução em relação ao mesmo mês do ano anterior (-0,34 p.p.). Na comparação mensal, o percentual de cheques devolvidos sobre movimentados diminuiu frente a julho (quando o nível foi de 1,90%),…

Para 46% dos consumidores, o Cadastro Positivo tem como principal benefício auxiliar na obtenção de crédito e contratação de financiamentos

Em pesquisa inédita com consumidores de todo o Brasil, a Boa Vista SCPC identificou que para 46% dos entrevistados, o Cadastro Positivo tem como principal objetivo auxiliar na obtenção de crédito e na contratação de financiamentos. Outros 26% acreditam que o banco de dados com informações positivas sobre consumidores classifica de forma mais assertiva e…

Movimento do Comércio sobe 2,2% em agosto

O Indicador Movimento do Comércio, que acompanha o desempenho das vendas no varejo em todo o Brasil, subiu 2,2% em agosto quando comparado a julho na análise com ajuste sazonal, de acordo com os dados apurados pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Na avaliação acumulada em 12 meses (setembro de 2016…