Confiança do comércio retoma queda em maio

O Índice de Confiança do Comércio (ICOM) da FGV retomou a tendência de queda, iniciada no fim de 2014, após ter apresentado uma aparente trégua em abril. Em maio a variação do índice de confiança foi de -0,3% na comparação mensal dos dados dessazonalizados, na mesma base de comparação, o resultado do Índice da situação atual retraiu 7,9% e o Índice de expectativas apontou uma perspectiva melhor para o futuro, com alta de 4,1%.

As pontuações do Índice de confiança do comércio, Índice para a situação atual e Índice de expectativas mantiveram-se abaixo da média histórica (123,5 pontos), registrando 92,0, 61,8 e 122,2 pontos, respectivamente.

Na série original, sem ajustes, foi observada queda de 20,6% na comparação interanual. Mantida a base de comparação, o Índice da situação atual caiu 33,9% e o índice de expectativas recuou 12,4%.

A nova retração reflete a desconfiança dos comerciantes no atual cenário macroeconômico. Fatores como o desaquecimento do mercado de trabalho, alta inflação e redução da demanda por crédito prejudicam as vendas do varejo e uma melhora significativa será observada apenas quando forem concluídos os ajustes em curso.

O gráfico abaixo resume a evolução da confiança do comércio sem ajuste sazonal desde maio de 2011.

icom]

Posts relacionados

Uso de certificado digital na entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física garante segurança e agilidade aos contribuintes

Contribuintes com rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70 no ano de 2016 precisam entregar, obrigatoriamente, até o dia 28 de abril a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física – DIRF 2017. Para tornar essa obrigação junto à Receita Federal mais simples, rápida e prática, com a segurança da transmissão de informações pelo ambiente online,…

Maioria dos consumidores afirma ter perfil equilibrado quanto aos seus hábitos de consumo, revela pesquisa da Boa Vista SCPC

A maioria dos entrevistados (59%) em pesquisa inédita desenvolvida pela Boa Vista SCPC afirma ter um perfil equilibrado quando questionada sobre os seus hábitos de compra. Outros 28% dizem ter perfil conservador, e 13% afirmam ser consumistas. O levantamento da Boa Vista SCPC, elaborado com 1.169 entrevistados, em todo o Brasil, no período entre 31…

Parceria ADASP com a Boa Vista SCPC possibilita a ampliação de resultados

A Boa Vista SCPC tem parceria com mais de 2.200 entidades de classes representativas em todo o Brasil. Destaca-se também pela inovação e contínuo investimento em tecnologia para desenvolvimento de soluções que antecipem as principais demandas do mercado. Possui um time com centenas de profissionais especializados em modelagem estatística de informações, o que garante produtos…