Confiança do comércio sobe em novembro

O Índice de Confiança do Comércio (ICOM) da FGV apresentou alta de 7,5% em novembro ao registrar 65,9 pontos, na comparação mensal dos dados dessazonalizados. O resultado vem após cinco quedas consecutivas. Mantida a base de comparação, o resultado do Índice de Expectativas subiu 5,4% e o Índice da Situação Atual obteve alta de 9,4%.

Na série original, sem ajustes, foi observada queda de 20,3% na comparação interanual. Mantida a base de comparação, o Índice da situação atual caiu 24,7% e o índice de expectativas recuou 10,3%.

A partir de novembro de 2015 a FVG revisou a metodologia do indicador, passando a utilizar a versão 2.0 da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE 2.0, IBGE).

Apesar do resultado positivo no mês, o indicador ainda representa o terceiro pior resultado da série histórica iniciada em março de 2010. Dada a atual conjuntura econômica, esperamos que uma melhora se consolide de maneira significante apenas em meados de 2016.

Posts relacionados

Para 46% dos consumidores, o Cadastro Positivo tem como principal benefício auxiliar na obtenção de crédito e contratação de financiamentos

Em pesquisa inédita com consumidores de todo o Brasil, a Boa Vista SCPC identificou que para 46% dos entrevistados, o Cadastro Positivo tem como principal objetivo auxiliar na obtenção de crédito e na contratação de financiamentos. Outros 26% acreditam que o banco de dados com informações positivas sobre consumidores classifica de forma mais assertiva e…

Movimento do Comércio sobe 2,2% em agosto

O Indicador Movimento do Comércio, que acompanha o desempenho das vendas no varejo em todo o Brasil, subiu 2,2% em agosto quando comparado a julho na análise com ajuste sazonal, de acordo com os dados apurados pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Na avaliação acumulada em 12 meses (setembro de 2016…

Boa Vista SCPC reúne especialistas para debater avanços e benefícios econômicos do Cadastro Positivo

A Boa Vista SCPC recebeu autoridades como Oscar Madeddu, do Banco Mundial, João André Pereira, do Banco Central do Brasil e César Calomino, da Equifax do Uruguai, para falar sobre o Cadastro Positivo e os seus impactos econômicos e sociais, inclusive em países em desenvolvimento onde já é uma realidade. Estes convidados também salientaram a…