Confiança do Consumidor atinge novo piso em outubro

Segundo a Fundação Getúlio Vargas, o Índice de Confiança do Consumidor (ICC) em outubro atingiu novo piso histórico ao registrar 75,7 pontos. A variação frente a setembro foi de -0,8% na comparação mensal dos dados dessazonalizados. O resultado do mês se manteve abaixo da média histórica, que já recuou para 109,2 pontos.

Ainda na análise mensal dos dados com ajuste sazonal, o Índice de Expectativas permaneceu estável e o Índice da Situação Atual variou -2,1%. Já na comparação interanual, dos dados sem ajuste sazonal, o índice geral apresentou retração de 24,6%.

O atual nível de confiança do consumidor encontra-se em uma situação desgastada e distante da média histórica, o que é justificado por fatores como o orçamento cada vez mais apertado do consumidor, dadas a alta inflação e as pioras no mercado de trabalho. O descolamento da curva tem persistido há mais de um ano e uma reversão sustentável do indicador, a ser consolidada paulatinamente, poderá ser observada apenas em meados do próximo ano. Desta forma esperamos que o nível de confiança do consumidor continue baixo para os próximos meses.

O gráfico abaixo compreende a evolução do ICC ao longo dos últimos anos, com dados ajustados sazonalmente:

icc

Posts relacionados

Boa Vista SCPC: Demanda por Crédito do Consumidor sobe 4,6% em maio

A demanda por crédito do consumidor subiu 4,6% em maio frente a abril, com o ajuste sazonal, de acordo com dados nacionais da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Na avaliação dos valores acumulados em 12 meses (junho de 2016 até maio de 2017 frente aos 12 meses antecedentes) houve desaceleração da…

Fazer parte do Cadastro Positivo passa a ser fundamental para o consumidor, afirma Boa Vista SCPC

Se por um lado a aprovação da Medida Provisória que tornará automática a adesão dos consumidores brasileiros ao banco de dados de bons pagadores, em virtude da alteração na Lei 12.414/2011 está, por tempo indeterminado, pendente em Brasília, por outro, passa a ser cada vez mais contundente a responsabilidade de o consumidor conhecer e entender…

Percentual de cheques devolvidos atinge 2,11% em maio, segundo Boa Vista SCPC

O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) como proporção do total de cheques movimentados[1] atingiu 2,11% em maio, registrando uma diminuição em relação ao mesmo mês do ano anterior, quando alcançou 2,33%. Na comparação mensal, o percentual de cheques devolvidos sobre movimentados obteve leve aumento (em abril o nível foi de…