IBC-BR: Índice de atividade do Banco Central sobe 1,5% em julho

Por Yan Cattani, economista da Área de Indicadores e Estudos Econômicos da Boa Vista SCPC  

Segundo o Banco Central o principal indicador coincidente da atividade econômica, o IBC-BR, registrou alta de 1,5% em julho, na comparação mensal dos dados dessazonalizados. A variação mensal ficou acima das projeções do mercado, que esperavam alta de 1%.

O resultado surpreende, pois fazendo uma simples comparação entre as variações do desempenho do varejo e da produção industrial, ocorreu em maior magnitude.  Exemplificando, enquanto a divulgação da Pesquisa Mensal do Comércio indicou queda nos valores dessazonalizados de 1,1% nas vendas do varejo restrito, a produção industrial obteve alta de 0,7% no período, mantida a base de comparação. Há de se ressaltar a simplicidade do cálculo, pois o crescimento da indústria não pode ser medido somente por sua produção, tampouco o resultado do setor de serviços ser resumido ao desempenho do comércio (representa cerca de 18% do total de serviços), além de não contabilizar o resultado da agropecuária. Contudo, geralmente tais resultados costumam ser boas aproximações para o indicador do BC.

Este é o primeiro número acima de 1% registrado no ano, com exceção de janeiro, que crescera na ocasião 1,1%. Apesar da elevação, o resultado não demonstra grande robustez, devolvendo à economia apenas 0,5% de crescimento em termos líquidos, já que as perdas aferidas durante o primeiro semestre totalizaram -1%.  Ademais, na avaliação dos valores acumulados em 12 meses ainda há forte tendência de desaceleração, passando de 1,5% registrados em junho, para 1,2% nesta última aferição. Os últimos dados do PIB comparados com o mesmo cálculo obtido pelo indicador do BC reiteram esta tendência. Sendo assim, o cenário ainda aponta debilidade da economia ao longo dos próximos meses, sugerindo um crescimento da atividade econômica em torno de 0,5% em 2014.

ibcbr jul2014

Posts relacionados

Boa Vista SCPC: Demanda por Crédito do Consumidor sobe 1,4% em janeiro

Contudo, na avaliação dos valores acumulados em 12 meses houve queda de 9,2% A Demanda por Crédito do Consumidor, de acordo com dados nacionais da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), aumentou 1,4% em janeiro, na avaliação dessazonalizada contra dezembro. Porém, na avaliação dos valores acumulados em 12 meses (fevereiro de 2016…

Boa Vista SCPC: recuperação de crédito sobe 3,0% em janeiro

O indicador de recuperação de crédito – obtido a partir da quantidade de exclusões dos registros de inadimplentes da base do crédito– apontou elevação de 3,0% na análise mensal contra dezembro, descontados os efeitos sazonais. Já na variação acumulada em 12 meses apresentou alta de 2,7%, enquanto na análise interanual (mesmo mês de 2016) houve…

81% dos consumidores esperam que em 2017 a relação entre recebimento e gastos melhore, segundo Boa Vista SCPC

A maioria dos entrevistados (81%) na Pesquisa Perfil do Inadimplente, da Boa Vista SCPC, espera que em 2017 a relação entre recebimentos e gastos esteja melhor do que a existente no 4º trimestre de 2016, período no qual o levantamento foi elaborado contendo a participação de consumidores de todo o país. Em dezembro de 2015,…