Nota de Política Monetária do BC: inadimplência de recursos livres das famílias mantém-se estável em 6,2% em abril

Saldo e concessões continuam em queda, juros e spread mantém tendência de alta e inadimplência das empresas sobe.

Segundo o Banco Central, a inadimplência do Sistema Financeiro Nacional referente aos recursos livres destinados às famílias continuou estável em abril, com 6,2%. A estabilidade da inadimplência se mantém desde dezembro de 2015.

Os índices de inadimplência para Pessoa Física se mantiveram estáveis comparados com março, a inadimplência total (Pessoas físicas e Jurídicas) apresentou pequena elevação, e fechou em 3,7%, variando 0,2p.p., variação causada pela pequena elevação na inadimplência para Pessoa Jurídica em ambos os seguimentos (recursos livres e direcionados). O resultado total para os recursos livres foi 5,7% e 1,7% para os direcionados.

Com relação ao estoque total de empréstimos e financiamentos, houve um aumento de 2,7% em doze meses. Na variação contra o mês anterior houve queda de 0,6%. A variação mensal reflete o declínio no crédito a pessoas jurídicas, já que para pessoas físicas a variação foi nula.

A desaceleração no crescimento do crédito na comparação mensal ocorreu com recursos livres e direcionados, que apresentaram quedas de 0,9% e 0,2% respectivamente. Apesar do ritmo de desaceleração, na variação acumulada em 12 meses o resultado continua sendo positivo, com crescimento de 0,2% para recursos livres e 5,3% para direcionados.

A taxa média de juros com recursos livres total subiu novamente, atingindo 52,0% a.a. em abril, maior patamar da série histórica, iniciada em 2011. Os juros de recursos livres ao consumidor subiram 1,6 p.p. no mês, atingindo 70,8 % a.a. Os spreads aumentaram 1,4 p.p. na comparação com o mês anterior, atingindo 38,8%.

Abaixo seguem os quadros-resumo sobre os dados citados.

Sem título

Sem título

 

Posts relacionados

Demanda por Crédito do Consumidor cai 0,7% no 1º semestre, segundo Boa Vista SCPC

A Demanda por Crédito do Consumidor caiu 0,7% no 1º semestre de 2017, em comparação ao 1º semestre de 2016, de acordo com dados nacionais da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Na avaliação interanual, junho apresentou estabilidade nos dados, enquanto nos valores acumulados em 12 meses (julho de 2016 até junho…

Movimento do Comércio cai 3,2% no 1º semestre, diz Boa Vista SCPC

O Indicador Movimento do Comércio, que acompanha o desempenho das vendas no varejo em todo o Brasil, caiu 3,2% no acumulado no ano (1º semestre de 2017 contra o mesmo período do ano passado), de acordo com os dados apurados pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Na avaliação acumulada em 12…

47% dos consumidores inadimplentes estão muito endividados, revela pesquisa da Boa Vista SCPC

O nível de endividamento elevado (muito endividado) atinge 47% dos consumidores inadimplentes, ou seja, que estão com o “nome sujo”, de acordo com a pesquisa nacional Perfil do Consumidor Inadimplente, realizada pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), com cerca de 1.500 respondentes. Em seguida, 26% se dizem mais ou menos endividados,…