Produção Industrial mostra ligeiro avanço de 0,1% em abril

Dados divulgados hoje pelo IBGE mostram que a Produção Industrial Mensal (PIM) de abril aumentou apenas 0,1%, descontados os efeitos sazonais. O valor é menor que a variação de 1,4% registrada em março, porém, vale a pena mencionar que dois avanços consecutivos da indústria não ocorriam desde 2014.

Apesar dos avanços, o resultado acumulado em 2016 aponta queda de 10,5%, enquanto em 12 meses a retração é de 9,6%. Na comparação de abril contra o mesmo mês de 2015, também houve queda, de 7,2%.

Sem título

Na avaliação acumulada em 12 meses, considerando a análise por “Categorias de Uso”, as perdas permaneceram bastante acentuadas: -27,9% para Bens de Capital, -7,3% para Bens Intermediários e -9,3% para Bens de Consumo.

Na variação mensal dessazonalizada, o setor de Bens de Consumo também apresentou queda, o recuou foi de 0,9%, a categoria Bens de Capital, teve elevação de 1,2%. Já o setor de Bens Intermediários variou +0,5%.

Apesar das pequenas elevações nos dois últimos meses, o saldo da indústria continua negativo e o valor ainda não aponta necessariamente para um  início de retomada sustentável do crescimento da produção.  Dos 24 ramos de indústria pesquisados, 13 apresentaram variação negativa, ou seja, ainda há predomínio das atividades em queda. O desemprego permanece elevado e a queda do consumo das famílias tem reduzido consideravelmente a demanda das empresas ligadas ao setor do varejo e de serviços, prejudicando o desempenho dos fornecedores industriais.

 

Posts relacionados

Boa Vista SCPC: recuperação de crédito sobe 3,0% em janeiro

O indicador de recuperação de crédito – obtido a partir da quantidade de exclusões dos registros de inadimplentes da base do crédito– apontou elevação de 3,0% na análise mensal contra dezembro, descontados os efeitos sazonais. Já na variação acumulada em 12 meses apresentou alta de 2,7%, enquanto na análise interanual (mesmo mês de 2016) houve…

81% dos consumidores esperam que em 2017 a relação entre recebimento e gastos melhore, segundo Boa Vista SCPC

A maioria dos entrevistados (81%) na Pesquisa Perfil do Inadimplente, da Boa Vista SCPC, espera que em 2017 a relação entre recebimentos e gastos esteja melhor do que a existente no 4º trimestre de 2016, período no qual o levantamento foi elaborado contendo a participação de consumidores de todo o país. Em dezembro de 2015,…

CDC completa 27 anos e representa uma conquista de consumidores e de empresas

Março é um mês especial para os consumidores (e para as empresas). É que no dia 11, há 27 anos, entrou em vigor o Código de Defesa do Consumidor (CDC). A Lei 8.078 foi assinada pelo então presidente Fernando Collor em setembro de 1990, determinando que entrasse em vigor seis meses depois, no dia 11…