Receita nominal de serviços tem alta de apenas 0,8% em fevereiro

Segundo a Pesquisa Mensal de Serviços, o índice de receita registrou alta de apenas 0,8% em fevereiro na comparação interanual (contra o mesmo mês de 2014) este resultado representa desaceleração de 1,0 p.p. frente a janeiro, mantida a base de comparação. Já no resultado acumulado em 12 meses houve desaceleração de 0,7 p.p. no indicador, atingindo 4,7%, enquanto em termos reais houve queda de 3,7%, mantida base de comparação.

Observa-se desaceleração todos os principais grupos, apresentando a seguinte configuração: Serviços prestados às famílias (passou de 8,8% em janeiro para 8,3% em fevereiro) Serviços de informação e comunicação (passou de 2,4% em janeiro para atuais 2,0%); Serviços profissionais, administrativos e complementares (apresentou queda de 0,5 p.p. na comparação com o mês anterior, atingindo 7,8%); Transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio (passou de 5,7% em janeiro para 4,5% em fevereiro); Outros serviços (apresentou recuo de 0,5 p.p. em fevereiro, com atuais 5,7%).

Tendo em vista os fracos resultados apresentados pelos setores da economia brasileira aliados a uma inflação persistentemente alta – em especial no setor de serviços – e da falta de confiança dos agentes econômicos, esperamos que esta tendência se prolongue pelos próximos meses e que uma reversão deste quadro tenha início somente em meados de 2016. Assim, estimamos que o setor de serviços neste ano continue em patamar negativo em termos reais, em nível próximo ao resultado observado em 2014.

pms

Posts relacionados

Boa Vista SCPC reúne especialistas para debater avanços e benefícios econômicos do Cadastro Positivo

A Boa Vista SCPC recebeu autoridades como Oscar Madeddu, do Banco Mundial, João André Pereira, do Banco Central do Brasil e César Calomino, da Equifax do Uruguai, para falar sobre o Cadastro Positivo e os seus impactos econômicos e sociais, inclusive em países em desenvolvimento onde já é uma realidade. Estes convidados também salientaram a…

Recuperação de crédito cai 2,3% no acumulado 12 meses

O indicador de recuperação de crédito – obtido a partir da quantidade de exclusões dos registros de inadimplentes da base da Boa Vista SCPC – apontou queda de 2,3% na variação acumulada em 12 meses (setembro de 2016 até agosto de 2017). A variação mensal com dados dessazonalizados apresentou aumento de 4,5% contra o mês…

Relatório de Crédito – jul/17

O Banco Central do Brasil (BCB) divulgou os dados de crédito referente a julho. A expansão das operações de crédito, até o momento, continua em ritmo moderado. O crescimento do saldo veio levemente abaixo do esperado, com redução na variação anual (caiu 1,6% em junho/17 contra diminuição de 1,7% em jul/17), atingindo R$ 3,1 trilhões,…