Volume de serviços apresenta queda de 4,8% em maio

Segundo a Pesquisa Mensal de Serviços do IBGE, o volume de serviços caiu 4,8% em maio na comparação acumulada em 12 meses. Na comparação interanual (contra mesmo mês do ano passado) a queda foi de 6,1%, sendo o 14º resultado negativo consecutivo. No acumulado do ano o setor de serviços já apresenta uma queda de 5,1%.

Em termos de receita nominal, houve aumento de apenas 0,4% em 12 meses. Dentre os grupos, ficou a seguinte configuração mantida a base de comparação: Serviços de informação e comunicação (-0,4%); Outros Serviços (-0,3%); Serviços profissionais, administrativos e complementares (+0,8%); Transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio (+1,0%); Serviços prestados às famílias (+1,1%).

Apesar do novo resultado enfraquecido, três dos cinco segmentos analisados apresentaram reversão no movimento de queda da receita nominal nesta última aferição. Em termos reais, o movimento desinflacionário tem contribuído para amenização das perdas, deixando praticamente estável a tendência da receita nominal pelo 6º mês consecutivo. Mesmo sem sinais de uma recuperação consistente para o setor no curto prazo, a tendência para os próximos meses, tanto da receita como do volume de vendas, é de estagnação do atual nível dos índices, fato que se concretizado, poderá possibilitar uma inflexão dos indicadores de serviços já no término de 2016.

pms mai16

 

 

Posts relacionados

Número de novas empresas cai 3,8% no 2º trimestre

No 2º trimestre de 2017 o número de novas empresas caiu 3,8% em relação ao trimestre anterior, segundo levantamento da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), com abrangência nacional. Assim, o resultado configura a primeira queda para esse trimestre desde o início da série histórica (2003). Ainda assim, os valores acumulados no…

Vendas para o dia dos pais recuam 0,5% em 2017

As vendas do comércio para o dia dos pais diminuíram 0,5% em 2017 quando comparadas a 2016, segundo dados da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). O recuo das vendas nesta data foi mais fraco do que o observado em 2016, quando o comércio retraiu 5,2% em relação ao mesmo período de…

Recuperação de crédito cai 1,7% no acumulado 12 meses

O indicador de recuperação de crédito – obtido a partir da quantidade de exclusões dos registros de inadimplentes da base da Boa Vista SCPC – apontou queda de 1,7% na variação acumulada em 12 meses (agosto de 2016 até julho de 2017). A variação mensal com dados dessazonalizados apresentou queda de 6,4% contra o mês…