Aneel autoriza mais um reajuste de energia

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

A Aneel autorizou hoje um reajuste médio de 35,05% a ser aplicado nas tarifas de energia da distribuidora Copel, que atende 396 municípios no estado do Paraná, inclusive a capital Curitiba. A principal explicação para esse aumento da tarifa é a elevação do custo da energia comprada. A Copel tinha um volume grande de energia velha no seu mix, com preços mais baratos. Nos últimos leilões a energia contratada para substituir a energia existente foi a valores acima daqueles que vinham sendo considerados.

O governo aprovou um pacote de emergência no início do ano para liberar recursos para as distribuidoras e aliviar o stress de caixa na maioria delas diante dos preços elevados da energia comprada no mercado livre, após a alteração no modelo energético promovido pelo governo no ano passado. Além disso, a Aneel vem autorizando reajustes de energia ao longo do ano para várias distribuidoras. Esses reajustes, que giraram por volta dos 15% a 18%, já têm influenciado nos índice de preços. Esse impacto do aumento das tarifas ainda vai permanecer, pois algumas regiões metropolitanas ainda não foram contempladas com o reajuste. São Paulo, por exemplo, deve ter reajuste autorizado ainda este ano.

Comentários

comentários

Posts relacionados

Demanda por Crédito do Consumidor sobe 5,2% em agosto

A Demanda por Crédito do Consumidor subiu 5,2% em agosto (expurgados os efeitos sazonais), de acordo com dados nacionais da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Na avaliação interanual, agosto apresentou elevação de 1,9%, enquanto nos valores acumulados em 12 meses (setembro de 2016 até agosto de 2017 frente aos 12 meses…

Percentual de cheques devolvidos atinge 1,79% em agosto

O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) como proporção do total de cheques movimentados atingiu 1,79% em agosto, registrando considerável redução em relação ao mesmo mês do ano anterior (-0,34 p.p.). Na comparação mensal, o percentual de cheques devolvidos sobre movimentados diminuiu frente a julho (quando o nível foi de 1,90%),…

Para 46% dos consumidores, o Cadastro Positivo tem como principal benefício auxiliar na obtenção de crédito e contratação de financiamentos

Em pesquisa inédita com consumidores de todo o Brasil, a Boa Vista SCPC identificou que para 46% dos entrevistados, o Cadastro Positivo tem como principal objetivo auxiliar na obtenção de crédito e na contratação de financiamentos. Outros 26% acreditam que o banco de dados com informações positivas sobre consumidores classifica de forma mais assertiva e…