Em 3 anos Brasil perde 13 posições no ranking de competitividade

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

O Instituto IMD, instituição de uma das principais escolas de negócios no mundo, divulgou seu ranking anual de competitividade. O Brasil ocupa em 2013 o 51º lugar, entre os 60 países avaliados. O ranking é liderado pelos EUA, seguido da suíça, Hong Kong, Suécia e Singapura. Venezuela ocupa o último lugar.

O Brasil vem perdendo espaço na competitividade mundial. Segundo o IMD, entre 2010 e 2013, caímos da 38ª posição para a 51ª. Infraestrutura defasada e governo ineficiente, segundo o IMD, foram fatores que contribuíram para a perda de posição. IMD, CNI, The Economist, qualquer instituição que avalie competitividade, o Brasil sempre aparece posicionado no último pelotão do ranking. As pesquisas sempre evidenciam infraestrutura defasada, governo ineficiente e tributação excessiva e complexa. O Brasil continuará sendo desafiado pelos emergentes asiáticos. Sem uma mudança na política fiscal e tributária, continuaremos perdendo espaço na economia mundial.

Ed.196

Comentários

comentários