Bacen compra títulos para conter juros

Por Paulo Rabello de Castro, da RC Consultores

O Banco Central anunciou novas compras de papéis pré-fixados e atrelados a índices, cujos preços vêm despencando no mercado pela atual volatilidade, como forma de conter a espiral descendente do valor das carteiras e estabilizar expectativas. É normal esse tipo de atuação. O Bacen entra comprando os títulos que os aplicadores querem vender. Com isso reduz a pressão de alta nos juros futuros, aqueles que marcam o valor de papéis transacionados no mercado de futuros.

O ambiente externo, com a reiterada suspeita de que o FED vai diminuir as compras de papéis no 2o semestre (que é o movimento contrário ao que o nosso Bacen está fazendo nesses dias)  deixou o mercado mais ansioso, como prevíamos na Nota de ontem. Tais dúvidas dificilmente refluirão a curto prazo. Com isso, continua a pressão sobre o câmbio. A alta pode nos levar a patamar de R$2,30 nos próximos dias, embora sem sustentação. O novo patamar ainda é desconhecido. A pressão cambial põe o Bacen numa cama de sete varas: a inflação fica mais pressionada, pedindo mais altas de juros; porém, a volatilidade presente sugere intervenções no sentido de conter os juros futuros.

Ed.210

Comentários

comentários

Posts relacionados

Demanda por Crédito do Consumidor sobe 5,2% em agosto

A Demanda por Crédito do Consumidor subiu 5,2% em agosto (expurgados os efeitos sazonais), de acordo com dados nacionais da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Na avaliação interanual, agosto apresentou elevação de 1,9%, enquanto nos valores acumulados em 12 meses (setembro de 2016 até agosto de 2017 frente aos 12 meses…

Percentual de cheques devolvidos atinge 1,79% em agosto

O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) como proporção do total de cheques movimentados atingiu 1,79% em agosto, registrando considerável redução em relação ao mesmo mês do ano anterior (-0,34 p.p.). Na comparação mensal, o percentual de cheques devolvidos sobre movimentados diminuiu frente a julho (quando o nível foi de 1,90%),…

Para 46% dos consumidores, o Cadastro Positivo tem como principal benefício auxiliar na obtenção de crédito e contratação de financiamentos

Em pesquisa inédita com consumidores de todo o Brasil, a Boa Vista SCPC identificou que para 46% dos entrevistados, o Cadastro Positivo tem como principal objetivo auxiliar na obtenção de crédito e na contratação de financiamentos. Outros 26% acreditam que o banco de dados com informações positivas sobre consumidores classifica de forma mais assertiva e…