Bacen inverte política cambial

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores  

O Banco Central antecipou ontem a rolagem de contratos de swap cambial (equivalente à venda de dólares no mercado futuro) que vencem no dia 1º de fevereiro, em um total de US$ 1,847 bilhão. Essa operação fez com que o dólar tivesse forte queda ante o real, com a moeda no balcão atingindo o menor patamar de fechamento desde 2 de julho de 2012, cotado a R$ 2,00. Hoje a moeda abriu cotada a R$ 1,99.

Aparentemente a autoridade monetária inverteu o rumo na política cambial. Ao longo do ano passado, em especial no segundo semestre, o Banco Central “estimulou” o mercado a desvalorizar o real, de forma a tornar o setor industrial mais competitivo. Naquela ocasião ainda não prevalecia a preocupação com a inflação.  A visão do BC sobre uma possível deterioração do cenário inflacionário só ficou patente na ata do Copom da semana passada. Tal preocupação inverte a política anterior de estímulo industrial, ao usar o câmbio novamente, como instrumento de controle.

Ed.114

Comentários

comentários