Banco Central reduz juro para 7,25%

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

O Comitê de Política Monetária do Banco Central cortou ontem, pela décima vez consecutiva, os juros. A taxa básica de juros passa de 7,5% a 7,25% ao ano. O Banco Central citou como fatores para a decisão os riscos para a inflação, a recuperação da atividade doméstica e a complexidade que envolve o ambiente internacional. A decisão foi tomada por 5 votos a 3.

A confiança de que o crescimento econômico do Brasil ainda é aquém do potencial e que as atuais taxas de inflação não são determinadas pela demanda doméstica devem ter embasado a decisão do BACEN. Apesar do dissenso, acreditamos em mais uma redução de 0,25 ponto percentual, fechando este ano com juros a 7%. Como a realidade do baixo crescimento se impõe, e a inflação deve ficar dentro da meta, a taxa básica de juros em 2013 deve ficar em 6,5%.

Ed.48

Comentários

comentários

Posts relacionados

Número de novas empresas cai 3,8% no 2º trimestre

No 2º trimestre de 2017 o número de novas empresas caiu 3,8% em relação ao trimestre anterior, segundo levantamento da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), com abrangência nacional. Assim, o resultado configura a primeira queda para esse trimestre desde o início da série histórica (2003). Ainda assim, os valores acumulados no…

Vendas para o dia dos pais recuam 0,5% em 2017

As vendas do comércio para o dia dos pais diminuíram 0,5% em 2017 quando comparadas a 2016, segundo dados da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). O recuo das vendas nesta data foi mais fraco do que o observado em 2016, quando o comércio retraiu 5,2% em relação ao mesmo período de…

Recuperação de crédito cai 1,7% no acumulado 12 meses

O indicador de recuperação de crédito – obtido a partir da quantidade de exclusões dos registros de inadimplentes da base da Boa Vista SCPC – apontou queda de 1,7% na variação acumulada em 12 meses (agosto de 2016 até julho de 2017). A variação mensal com dados dessazonalizados apresentou queda de 6,4% contra o mês…