BC americano inova ao vincular juro a meta para desemprego

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

Em substituição à meta temporal até então vigente, o Banco Central americano (FED) anunciou ontem que manterá a taxa de juros dos Fed Funds em níveis “excepcionalmente” baixos, entre zero e 0,25%, enquanto a taxa de desemprego permanecer acima de 6,5% (atualmente em 7,7%) e a inflação projetada para os próximos dois anos não exceder 2,5%. Além disso, o FED informou que estenderá para 2013 seu programa de compra de bônus. O volume mensal será de US$ 85 bilhões, sendo US$ 40 bilhões em títulos lastreados em hipotecas e US$ 45 bilhões em títulos de longo prazo.

Embora o FED tenha mitigado as incertezas, levando ao limite do possível como vai agir nos próximos meses, se os EUA caírem no chamado abismo fiscal, mesmo o FED aumentando a compra de ativos, poderá não compensar totalmente seus efeitos.

Ed.89

Comentários

comentários

Posts relacionados

Movimento do Comércio sobe 0,5% em julho

O Indicador Movimento do Comércio, que acompanha o desempenho das vendas no varejo em todo o Brasil, subiu 0,5% em julho quando comparado a junho na análise com ajuste sazonal, de acordo com os dados apurados pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Na avaliação acumulada em 12 meses (agosto de 2016…

Percentual de cheques devolvidos atinge 1,90% em julho

O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos), como proporção do total de cheques movimentados[1] atingiu 1,90% em julho, registrando considerável redução em relação ao mesmo mês do ano anterior (-0,31 p.p.). Na comparação mensal, o percentual de cheques devolvidos sobre movimentados obteve leve alta frente ao mês anterior (em junho o…

PNAD: Rendimentos apresentam leve melhora no 2T17

De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad), os rendimentos reais dos trabalhadores apresentaram melhora em todas as regiões quando avaliadas os valores acumulados em 4 trimestres. A Região Nordeste registrou a primeira marcação positiva (1,6%), ao lado da região Sudeste (0,1%) e Centro Oeste (0,8%). Em relação ao mesmo período…