BC mantém câmbio apreciado

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

O Banco Central informou na noite de sexta-feira que dará continuidade ao programa de swaps cambiais após o encerramento, previsto para esse mês, da segunda fase das intervenções promovidas pela autoridade monetária desde agosto de 2013. A decisão acabou com a incerteza que rondava o mercado, levando o dólar a fechar ontem com queda de 0,84% a R$ 2,23. O euro também recuou mais de 1%, fechando a R$ 3,03.

A decisão do BC em manter o programa de swaps, ainda que não tenha definido as condições de atuação, demonstra a preocupação da autoridade monetária com o impacto de uma possível alta do dólar sobre a inflação. Os fatores que pressionam a inflação estão presentes e preocupa o governo a possibilidade de que o teto da meta seja rompido próximo às eleições. No entanto, a estratégia de manter o real apreciado no curto prazo pode ser perigosa. O déficit em conta corrente é elevado, atingindo 3,65% do PIB no acumulado em 12 meses. Além disso, o quadro de excesso de liquidez na economia global pode se inverter devido à perspectiva de subida da taxa de juros nos EUA, afetando não apenas o Brasil, mas todos os emergentes.

Comentários

comentários

Posts relacionados

Número de novas empresas aumentou 6,6% no 1º trimestre de 2017, segundo Boa Vista SCPC

No 1º trimestre de 2017 o número de novas empresas cresceu 6,6% em relação ao mesmo período de 2016 (análise interanual), segundo levantamento da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), com abrangência nacional. Em relação ao 4º trimestre de 2016 houve aumento de 29,2%. Forma jurídica Na análise por classificação de forma…

Inadimplência das empresas inicia 2017 com queda de 0,3%, diz a Boa Vista SCPC

A inadimplência das empresas em todo o país caiu 0,3% no 1º trimestre de 2017 quando comparada ao mesmo trimestre do ano anterior, de acordo com dados da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Depois de três anos consecutivos de alta do indicador na comparação interanual (1º tri de 2017 contra o…

Boa Vista SCPC: inadimplência do consumidor paulistano caiu 4,3% no 1º trimestre

A inadimplência do consumidor na cidade de São Paulo teve queda de 4,3% no acumulado do ano (1º trimestre de 2017 contra o mesmo período do ano passado), de acordo com os dados da Boa Vista SCPC. Na comparação interanual (março-17 contra março-16), a inadimplência retraiu 8,4%. Contra o mês anterior (março-17 contra fevereiro-17) houve…