BCE anuncia pacote inédito de estímulos

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

O Banco Central Europeu anunciou hoje um conjunto inédito de estímulos monetários. Reduziu em 10 pontos base a taxa de juro de referência para o mínimo histórico de 0,15% ao ano, além de uma diminuição inédita para valores negativos de taxa sobre depósitos, ou seja, os bancos terão que pagar para deixar os recursos no BCE. Mas a principal medida foi um pacote de operações direcionadas ao refinanciamento de longo prazo de 400 bilhões de euros, com duas características: o setor público é excluído e apenas o setor privado não financeiro é elegível. Além disso, o presidente do BCE, Mario Draghi, anunciou a manutenção, até pelo menos 2018, das regras mais flexíveis em vigor quanto à aceitação de colaterais para atribuir empréstimos aos bancos.

É importante observar que a estratégia do BCE está cada vez mais longe do rumo do FED. A retomada na zona do euro continua frágil e a evolução dos preços é prova disso. Neste cenário o BCE se viu forçado a uma política expansionista, em contraciclo com o FED. Na verdade, desde 2007 se observou divergência estratégica entre o BCE e FED. Há uma diferença fundamental entre o FED e o BCE: é que na zona do euro não há uma contraparte orçamental do banco central que lhe permita recorrer a ativos seguros, emitidos por uma entidade segura, sem risco de crédito. É a diferença entre ser o banco central de um país ou de vários países. Essa estrutura cria uma tendência para o BCE atuar de forma mais cautelosa que o FED em função dos riscos orçamentais. As medidas tomadas hoje terão impacto nos mercados financeiros no médio prazo, em especial nos juros das dívidas soberanas da região, que tendem a cair, além de impactar nas ações europeias e no euro, que deverá depreciar ainda mais face ao dólar.

Comentários

comentários

Posts relacionados

Uso de certificado digital na entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física garante segurança e agilidade aos contribuintes

Contribuintes com rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70 no ano de 2016 precisam entregar, obrigatoriamente, até o dia 28 de abril a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física – DIRF 2017. Para tornar essa obrigação junto à Receita Federal mais simples, rápida e prática, com a segurança da transmissão de informações pelo ambiente online,…

Maioria dos consumidores afirma ter perfil equilibrado quanto aos seus hábitos de consumo, revela pesquisa da Boa Vista SCPC

A maioria dos entrevistados (59%) em pesquisa inédita desenvolvida pela Boa Vista SCPC afirma ter um perfil equilibrado quando questionada sobre os seus hábitos de compra. Outros 28% dizem ter perfil conservador, e 13% afirmam ser consumistas. O levantamento da Boa Vista SCPC, elaborado com 1.169 entrevistados, em todo o Brasil, no período entre 31…

Parceria ADASP com a Boa Vista SCPC possibilita a ampliação de resultados

A Boa Vista SCPC tem parceria com mais de 2.200 entidades de classes representativas em todo o Brasil. Destaca-se também pela inovação e contínuo investimento em tecnologia para desenvolvimento de soluções que antecipem as principais demandas do mercado. Possui um time com centenas de profissionais especializados em modelagem estatística de informações, o que garante produtos…