Bolsas abrem a semana em queda

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

As principais bolsas europeias abriram em queda nesta segunda-feira.  Os investidores reagem a problemas na Espanha e na Itália. Na Espanha, a oposição exige a demissão de Mariano Rajoy após denúncias de corrupção. O apoio dos espanhóis a Rajoy está nos mais baixos patamares desde sua posse. Além disso, dados de desemprego divulgados hoje mostram novo aumento em janeiro. Na Itália, pesquisas de opinião indicam que o ex-primeiro-ministro Silvio Berlusconi encurtou a diferença para apenas cinco pontos percentuais sobre a coligação de esquerda, até então favorita.

Embora os riscos de curto prazo na Europa tenham diminuído, a reação do mercado a notícias como as de hoje, mostra que ainda teremos muita volatilidade pela frente. Diferenças de competitividade entre o norte e sul do continente ainda não foram conduzidas de forma consistente. O forte ajuste econômico traz consequências sociais graves, que podem reacender as dúvidas quanto ao futuro europeu.

Ed.118

Comentários

comentários

Posts relacionados

Demanda por Crédito do Consumidor cai 4,0% no 1º trimestre, segundo Boa Vista SCPC

Dados nacionais da Boa Vista SCPC apontam que a Demanda por Crédito do Consumidor caiu 4,0% no 1º trimestre de 2017 na comparação com o mesmo período do ano anterior. Já na avaliação dos valores acumulados em 12 meses (abril de 2016 até março de 2017 frente aos 12 meses antecedentes) houve retração de 9,3%,…

Percentual de cheques devolvidos atinge 2,29% em março, segundo Boa Vista SCPC

No mesmo mês do ano anterior, o percentual foi de 2,59% 20 de abril 2017 – O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) como proporção do total de cheques movimentados[1] atingiu 2,29% em março, registrando diminuição em relação ao mesmo mês do ano anterior, quando alcançou 2,59%. O que representa menos cheques…

Vendas para a Páscoa cresceram 2,2% em 2017, segundo Boa Vista SCPC

Dados da Boa Vista SCPC mostraram que em 2017 as vendas do comércio para a Páscoa cresceram 2,2% quando comparadas ao mesmo período do ano anterior. Em 2016 as vendas apresentaram queda de 5,8% e em 2015 a retração foi menos intensa (-0,3%). O resultado deste ano é o segundo negativo da série histórica, que…