Custo da dívida pública brasileira permanecerá elevado

Por Marcel Caparoz, da RC Consultores

Na última sexta-feira o Bacen divulgou o resultado fiscal consolidado do setor público para o ano de 2013, registrando superávit primário de R$ 91,3 bi, o que representa 1,90% do PIB. Tal resultado ficou muito abaixo dos 3,1% do PIB estipulados pela Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) no início de 2013, assim como dos 2,3% esperado pelo Governo. Este foi o resultado mais baixo da série histórica, que teve início em 2001. O Governo Central foi responsável por 82% do esforço para geração do superávit em 2013, enquanto os governos regionais contribuíram com 18%.

No entanto, tal esforço não foi suficiente para o pagamento total dos juros da dívida brasileira, que em 2013 atingiu R$ 248,8 bi (5,2% do PIB), resultando num déficit nominal de R$ 157,5 bi, o equivalente a 3,28% do PIB de 2013. Em 2012 o déficit nominal foi de 2,48% do PIB. O atual processo de elevação das taxas de juros nos países emergentes, inclusive no Brasil, com a SELIC podendo alcançar o patamar de 11,25% no final de 2014, elevará ainda mais o já desproporcional custo da dívida brasileira. Dentre os principais países membros da OCDE, em 2012, o Brasil só ficava atrás da Itália em relação ao nível de encargos da dívida pública.

Ed.356

Comentários

comentários

Posts relacionados

47% dos consumidores inadimplentes estão muito endividados, revela pesquisa da Boa Vista SCPC

O nível de endividamento elevado (muito endividado) atinge 47% dos consumidores inadimplentes, ou seja, que estão com o “nome sujo”, de acordo com a pesquisa nacional Perfil do Consumidor Inadimplente, realizada pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), com cerca de 1.500 respondentes. Em seguida, 26% se dizem mais ou menos endividados,…

Boa Vista SCPC: recuperação de crédito cai 1,1% no semestre

O indicador de recuperação de crédito – obtido a partir da quantidade de exclusões dos registros de inadimplentes da base da Boa Vista SCPC – apontou queda de 1,1% no 1º semestre do ano quando comparado ao mesmo período do ano anterior. Na variação acumulada em 12 meses (julho de 2016 até junho de 2017)…

Inadimplência do consumidor cai 0,8% no 1º semestre, diz Boa Vista SCPC

A inadimplência do consumidor caiu 0,8% no 1º semestre de 2017, na comparação com o 1º semestre de 2016, de acordo com dados nacionais da Boa Vista SCPC. Na avaliação acumulada em 12 meses (julho de 2016 até junho de 2017 frente aos 12 meses antecedentes) houve retração de 3,1%. Na avaliação mensal dessazonalizada, a…