Defasagem do preço da gasolina compromete investimentos da Petrobras

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

A Petrobras estuda se desfazer de ativos também no Brasil, de forma a aumentar o programa de desinvestimento, que atualmente prevê a venda de US$ 14,8 bilhões em ativos, a maioria no exterior. A Petrobras está tendo dificuldades de negociar a venda desses ativos no exterior, em especial no Golfo do México, nos EUA, onde possui 175 blocos de exploração de petróleo.

O caixa livre da Petrobras está no nível mais baixo dos últimos anos em função do preço defasado da gasolina em relação a outros países, que vem ocorrendo desde 2010. Por falta de caixa, a Petrobras já começou a adiar ou reduzir investimentos enquadrados no plano de negócios como “em análise”. A Petrobras tem um programa total de investimentos de US$ 236,5 bilhões para o período de 2012/2016. Sem ajuste nos preços dos combustíveis, e com a política de manter os preços da gasolina dentro da média internacional comprometida, esse projeto de investimento sofrerá sério impacto.

Ed.71

Comentários

comentários

Posts relacionados

Boa Vista SCPC: Demanda por Crédito do Consumidor sobe 1,4% em janeiro

Contudo, na avaliação dos valores acumulados em 12 meses houve queda de 9,2% A Demanda por Crédito do Consumidor, de acordo com dados nacionais da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), aumentou 1,4% em janeiro, na avaliação dessazonalizada contra dezembro. Porém, na avaliação dos valores acumulados em 12 meses (fevereiro de 2016…

Boa Vista SCPC: recuperação de crédito sobe 3,0% em janeiro

O indicador de recuperação de crédito – obtido a partir da quantidade de exclusões dos registros de inadimplentes da base do crédito– apontou elevação de 3,0% na análise mensal contra dezembro, descontados os efeitos sazonais. Já na variação acumulada em 12 meses apresentou alta de 2,7%, enquanto na análise interanual (mesmo mês de 2016) houve…

81% dos consumidores esperam que em 2017 a relação entre recebimento e gastos melhore, segundo Boa Vista SCPC

A maioria dos entrevistados (81%) na Pesquisa Perfil do Inadimplente, da Boa Vista SCPC, espera que em 2017 a relação entre recebimentos e gastos esteja melhor do que a existente no 4º trimestre de 2016, período no qual o levantamento foi elaborado contendo a participação de consumidores de todo o país. Em dezembro de 2015,…