Energia e alimentos pressionam inflação e juros futuros

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

O Instituto Brasileiro de Economia, Ibre, da FGV, divulgou previsão que o aumento das tarifas de energia elétrica levará a inflação para o topo da meta. A previsão do Ibre é que a conta de luz suba 8% este ano. O instituto estima que o IPCA deva fechar o ano em 6,4%. Além do aumento no preço da energia, a pressão dos alimentos sobre a inflação pode levar o IPCA de novo para o patamar de 6% nos próximos meses.

O aumento dos alimentos in natura decorrente das condições climáticas começou a aparecer nas últimas pesquisas de preço. Segundo o índice da RC Consultores, os preços agrícolas no atacado registram cinco semanas consecutivas de alta, acumulando até o dia 14 de março alta de 6,0% em relação ao patamar médio de fevereiro. Em relação a Mar/13, a elevação é de 14,4%. Como consequência da maior pressão inflacionária, os juros futuros na BM&F apresentam maior resistência, impedindo um eventual recuo em função da diminuição da aversão ao risco no exterior. A deterioração das expectativas do mercado sobre os efeitos das medidas do governo para o setor elétrico também pesam sobre os juros futuros. Tudo somado, inflação e juros continuarão pressionados nos próximos meses, num cenário em que os efeitos climáticos impedirão melhoras no comportamento dos preços dos alimentos in natura e com perspectiva de racionamento de energia elétrica pela frente.

Ed.382

Comentários

comentários

Posts relacionados

Uso de certificado digital na entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física garante segurança e agilidade aos contribuintes

Contribuintes com rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70 no ano de 2016 precisam entregar, obrigatoriamente, até o dia 28 de abril a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física – DIRF 2017. Para tornar essa obrigação junto à Receita Federal mais simples, rápida e prática, com a segurança da transmissão de informações pelo ambiente online,…

Maioria dos consumidores afirma ter perfil equilibrado quanto aos seus hábitos de consumo, revela pesquisa da Boa Vista SCPC

A maioria dos entrevistados (59%) em pesquisa inédita desenvolvida pela Boa Vista SCPC afirma ter um perfil equilibrado quando questionada sobre os seus hábitos de compra. Outros 28% dizem ter perfil conservador, e 13% afirmam ser consumistas. O levantamento da Boa Vista SCPC, elaborado com 1.169 entrevistados, em todo o Brasil, no período entre 31…

Parceria ADASP com a Boa Vista SCPC possibilita a ampliação de resultados

A Boa Vista SCPC tem parceria com mais de 2.200 entidades de classes representativas em todo o Brasil. Destaca-se também pela inovação e contínuo investimento em tecnologia para desenvolvimento de soluções que antecipem as principais demandas do mercado. Possui um time com centenas de profissionais especializados em modelagem estatística de informações, o que garante produtos…