Escassez de dólar provoca default de província argentina

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

Ontem foi divulgado que a província de Chaco, na Argentina, pagou em pesos, os juros de uma dívida emitida em dólar. O default foi de apenas US$ 250 mil. O valor é irrisório e a província argentina tem apenas 2% da população. O que chama atenção, no entanto, é que o evento gerou incerteza no mercado em função de todo o contexto que existe na Argentina. A dívida externa argentina é de US$ 150 bilhões, 30% do PIB. As reservas internacionais montam US$ 45 bilhões.

A Argentina enfrenta, além da dificuldade do balanço de pagamentos, um sério problema do déficit orçamentário das províncias. Consultorias projetam o rombo das contas provinciais, incluindo juros da dívida, em cerca de US$ 6,5 bilhões. Com a desaceleração do PIB argentino a queda da arrecadação apresenta recuo acentuado. Os governadores começam a cortar pagamentos em pesos. Soma-se a isso a escassez de dólar que há na Argentina, impedindo as províncias de honrarem seus pagamentos em dólar. O cenário regional se agrava e atrapalha o Brasil, cuja indústria tem vários segmentos voltados à exportação para a nossa vizinha economia.

Ed.51

Comentários

comentários

Posts relacionados

Fazer parte do Cadastro Positivo passa a ser fundamental para o consumidor, afirma Boa Vista SCPC

Se por um lado a aprovação da Medida Provisória que tornará automática a adesão dos consumidores brasileiros ao banco de dados de bons pagadores, em virtude da alteração na Lei 12.414/2011 está, por tempo indeterminado, pendente em Brasília, por outro, passa a ser cada vez mais contundente a responsabilidade de o consumidor conhecer e entender…

Percentual de cheques devolvidos atinge 2,11% em maio, segundo Boa Vista SCPC

O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) como proporção do total de cheques movimentados[1] atingiu 2,11% em maio, registrando uma diminuição em relação ao mesmo mês do ano anterior, quando alcançou 2,33%. Na comparação mensal, o percentual de cheques devolvidos sobre movimentados obteve leve aumento (em abril o nível foi de…

Movimento do Comércio sobe 2,7% em maio, diz Boa Vista SCPC

Informações do varejo apuradas pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito) apontam que o Movimento do Comércio subiu 2,7% em maio, considerando os dados mensais com ajuste sazonal. Na avaliação acumulada em 12 meses (junho de 2016 até maio de 2017 frente ao mesmo período do ano anterior) houve queda de 3,0%…