Escassez de dólar provoca default de província argentina

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

Ontem foi divulgado que a província de Chaco, na Argentina, pagou em pesos, os juros de uma dívida emitida em dólar. O default foi de apenas US$ 250 mil. O valor é irrisório e a província argentina tem apenas 2% da população. O que chama atenção, no entanto, é que o evento gerou incerteza no mercado em função de todo o contexto que existe na Argentina. A dívida externa argentina é de US$ 150 bilhões, 30% do PIB. As reservas internacionais montam US$ 45 bilhões.

A Argentina enfrenta, além da dificuldade do balanço de pagamentos, um sério problema do déficit orçamentário das províncias. Consultorias projetam o rombo das contas provinciais, incluindo juros da dívida, em cerca de US$ 6,5 bilhões. Com a desaceleração do PIB argentino a queda da arrecadação apresenta recuo acentuado. Os governadores começam a cortar pagamentos em pesos. Soma-se a isso a escassez de dólar que há na Argentina, impedindo as províncias de honrarem seus pagamentos em dólar. O cenário regional se agrava e atrapalha o Brasil, cuja indústria tem vários segmentos voltados à exportação para a nossa vizinha economia.

Ed.51

Comentários

comentários

Posts relacionados

Número de novas empresas aumentou 6,6% no 1º trimestre de 2017, segundo Boa Vista SCPC

No 1º trimestre de 2017 o número de novas empresas cresceu 6,6% em relação ao mesmo período de 2016 (análise interanual), segundo levantamento da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), com abrangência nacional. Em relação ao 4º trimestre de 2016 houve aumento de 29,2%. Forma jurídica Na análise por classificação de forma…

Inadimplência das empresas inicia 2017 com queda de 0,3%, diz a Boa Vista SCPC

A inadimplência das empresas em todo o país caiu 0,3% no 1º trimestre de 2017 quando comparada ao mesmo trimestre do ano anterior, de acordo com dados da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Depois de três anos consecutivos de alta do indicador na comparação interanual (1º tri de 2017 contra o…

Boa Vista SCPC: inadimplência do consumidor paulistano caiu 4,3% no 1º trimestre

A inadimplência do consumidor na cidade de São Paulo teve queda de 4,3% no acumulado do ano (1º trimestre de 2017 contra o mesmo período do ano passado), de acordo com os dados da Boa Vista SCPC. Na comparação interanual (março-17 contra março-16), a inadimplência retraiu 8,4%. Contra o mês anterior (março-17 contra fevereiro-17) houve…