Estoque de crédito no Brasil chega a 51% do PIB

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

O Banco Central anunciou que o estoque de crédito no Brasil cresceu 1,2% em agosto sobre julho. Com isso, o estoque de crédito chegou a 51% do PIB. Também ontem, o BACEN divulgou que a inadimplência no Brasil (atrasos acima de 90 dias) ficou em média 5,9% em agosto na comparação com julho. A inadimplência das pessoas físicas ficou em 7,9% e das jurídicas 4,1%. A inadimplência no crédito continua elevada, mas relativamente estabilizada. Dados do Banco Central mostram que em julho 22,4% da renda das famílias foi usada para pagar dívidas bancárias. Em julho do ano passado esse número era de 21,5%, e em julho de 2010 de 19,2%.

Esses números mostram o resultado da política do governo de ter o crescimento da economia baseado no consumo e no crédito. Com crédito crescendo mais que a renda, o endividamento tende a aumentar. Aumento do endividamento traz como consequência o crescimento da inadimplência. O crédito em patamar inédito e a inadimplência em alta são fenômenos que merecem atenção.

Ed.38

Comentários

comentários