Estudo mostra fragilidade do setor de transporte

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

Estudo realizado pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), apontou que o Brasil precisaria aumentar em três vezes os índices de desempenho da infraestrutura de transportes nacional para chegar aos melhores níveis praticados pelos competidores internacionais. O estudo assinalou que a malha rodoviária, a maior do país, é 43% menor que o padrão internacional.  O custo do frete rodoviário no Brasil é 270% maior que a média de excelência mundial. No caso do transporte ferroviário, o frete é 16 vezes maior que o padrão praticado no mundo e a extensão da malha está 93% abaixo do ideal. O estudo conclui que “os investimentos realizados no Brasil nos últimos 12 anos na área de transporte estão muito aquém das necessidades”.

No mesmo dia em que a Fiesp apresentou o estudo, o governo Federal informou que as obras de infraestrutura sofrerão atrasos.  No setor de transporte ferroviário, as concessões incluídas no pacote de logística no ano passado serão licitadas somente em 2014. Não por acaso o Brasil aparece em 52º lugar em um ranking de produtividade em infraestrutura da The Economist comparando 82 países. Sem uma política consistente de aumento de investimentos em infraestrutura, será impossível ao Brasil se impor como um player importante na economia global.

Ed.179

Comentários

comentários

Posts relacionados

Uso de certificado digital na entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física garante segurança e agilidade aos contribuintes

Contribuintes com rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70 no ano de 2016 precisam entregar, obrigatoriamente, até o dia 28 de abril a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física – DIRF 2017. Para tornar essa obrigação junto à Receita Federal mais simples, rápida e prática, com a segurança da transmissão de informações pelo ambiente online,…

Maioria dos consumidores afirma ter perfil equilibrado quanto aos seus hábitos de consumo, revela pesquisa da Boa Vista SCPC

A maioria dos entrevistados (59%) em pesquisa inédita desenvolvida pela Boa Vista SCPC afirma ter um perfil equilibrado quando questionada sobre os seus hábitos de compra. Outros 28% dizem ter perfil conservador, e 13% afirmam ser consumistas. O levantamento da Boa Vista SCPC, elaborado com 1.169 entrevistados, em todo o Brasil, no período entre 31…

Parceria ADASP com a Boa Vista SCPC possibilita a ampliação de resultados

A Boa Vista SCPC tem parceria com mais de 2.200 entidades de classes representativas em todo o Brasil. Destaca-se também pela inovação e contínuo investimento em tecnologia para desenvolvimento de soluções que antecipem as principais demandas do mercado. Possui um time com centenas de profissionais especializados em modelagem estatística de informações, o que garante produtos…