EUA devem se tornar exportadores de combustível até 2025

 

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

Relatório anual da Exxon Mobil de tendências no mercado de petróleo, lançado ontem e acompanhado de perto pelo setor, prevê que a América do Norte vai se tornar exportadora líquida de combustível até 2025 em função do aumento na produção de petróleo e gás e das rápidas melhorias na eficiência do consumo de combustível. Essa previsão reforça estimativas feitas recentemente pala Agência de Informação sobre Energia (EIA) do governo americano.

A previsão de que os EUA e Canadá vão produzir, em poucas décadas, mais petróleo e gás do que consomem, vai trazer uma mudança com ramificações não só geopolíticas, como econômicas. O relatório estima que a demanda global   por combustíveis vai subir 35% de 2010 a 2040, com a maior parte do aumento vindo de países emergentes, como Índia e China.  Atrasos nos investimentos da Petrobras, em função de seu caixa, podem comprometer seu plano estratégico de longo prazo, com implicações para o Brasil.

Ed.88

Comentários

comentários