EUA reconhece subsídios no algodão

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

O Brasil e os EUA fecharam nesta semana um acordo para encerrar a disputa comercial entre os dois países sobre os subsídios pagos pelo governo americano a seus produtores de algodão. A assinatura do acordo encerra uma disputa que se estendia há doze anos. O entendimento bilateral inclui pagamento adicional de US$ 300 milhões, com flexibilização para aplicação de recursos, o que contribui para atenuar prejuízos sofridos pelos cotonicultores do Brasil. Além disso, os EUA se comprometeram a efetuar ajustes no programa de crédito e garantia à exportação (GSM-102), que passará a operar dentro de parâmetros bilateralmente negociados, proporcionando melhor competitividade para os produtos brasileiros no mercado internacional.

O programa GSM-102 garante, por parte do governo americano, o pagamento aos bancos que concedem crédito para financiar importações de commodities agrícolas americanas. A redução do risco para a instituição financeira nos EUA pode refletir em taxas de juros mais baixas do que ocorreria sem a garantida da USDA. O programa da USDA considera a disponibilidade da garantia a países ou regiões onde o mercado para exportações agrícolas americanas possa ser mantido ou ampliado. Por isso, o mais importante neste acordo foi o entendimento conquistado com relação ao GMS-102, por não abranger apenas o algodão, mas todo o agronegócio.

Comentários

comentários

Posts relacionados

Uso de certificado digital na entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física garante segurança e agilidade aos contribuintes

Contribuintes com rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70 no ano de 2016 precisam entregar, obrigatoriamente, até o dia 28 de abril a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física – DIRF 2017. Para tornar essa obrigação junto à Receita Federal mais simples, rápida e prática, com a segurança da transmissão de informações pelo ambiente online,…

Maioria dos consumidores afirma ter perfil equilibrado quanto aos seus hábitos de consumo, revela pesquisa da Boa Vista SCPC

A maioria dos entrevistados (59%) em pesquisa inédita desenvolvida pela Boa Vista SCPC afirma ter um perfil equilibrado quando questionada sobre os seus hábitos de compra. Outros 28% dizem ter perfil conservador, e 13% afirmam ser consumistas. O levantamento da Boa Vista SCPC, elaborado com 1.169 entrevistados, em todo o Brasil, no período entre 31…

Parceria ADASP com a Boa Vista SCPC possibilita a ampliação de resultados

A Boa Vista SCPC tem parceria com mais de 2.200 entidades de classes representativas em todo o Brasil. Destaca-se também pela inovação e contínuo investimento em tecnologia para desenvolvimento de soluções que antecipem as principais demandas do mercado. Possui um time com centenas de profissionais especializados em modelagem estatística de informações, o que garante produtos…