Europa continua com fraco desempenho econômico

Por José Valter Martins de Almeida  

Relatório divulgado ontem pela Eurostat (agência estatística da União Europeia) apontou uma retração do PIB na região de 0,6% no quarto trimestre de 2012 em relação ao trimestre anterior.  Foi o pior desempenho em quase quatro anos, com o terceiro declínio trimestral consecutivo. O resultado, pior que o esperado, foi pressionado pela quebra de atividade econômica da Alemanha (-0,6%), França (-0,3%) e Itália (-0,9%). Grécia e Portugal tiveram as maiores quedas.

Esse resultado mostra que a melhora nos mercados financeiros, reflexo da alta liquidez promovida pelos Bancos Centrais das maiores economias, não chegou às atividades de negócios. O desemprego recorde na zona do euro pesa sobre os gastos dos consumidores. Medidas de austeridade fiscal arrefecerão os gastos dos Estados. Os custos dos empréstimos para as empresas permanecem elevados em vários países, sobretudo os do sul. Tudo indica que o resultado em 2013 continuará sendo negativo. Diferenças importantes do resultado econômico entre o norte e o sul poderão se agravar ainda mais este ano.

Ed.124

Comentários

comentários