Falta de competitividade afeta exportações da indústria

Por Augusto Cattoni / José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

O déficit da indústria de transformação se aprofundou no primeiro trimestre. O resultado negativo foi de US$ 16,3 bilhões no período, US$ 3 bilhões maior que o déficit dos primeiros três meses de 2012. A importação, com elevação de 3% no período, contribuiu para o resultado, mas a queda de 5% nos embarques da indústria foi mais determinante.

O nó do problema é antigo: a falta de competitividade da indústria. De acordo com o Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (IEDI), houve queda de exportação em todos os grupos. Os de média-alta e os de média-baixa tecnologia tiveram queda que alcançou US$ 16,4 bilhões no primeiro trimestre. Os dois grupos incluem setores como máquinas e equipamentos, veículos, produtos químicos, borracha e produtos plásticos. A dificuldade de reação da indústria na exportação está muito relacionada aos custos sistêmicos do país. O único momento em que as exportações industriais brasileiras foram competitivas foi quando a moeda nacional estava extremamente desvalorizada há várias décadas, mas isso não constituiu um mérito da indústria.

Ed.176

Comentários

comentários

Posts relacionados

Volume de serviços recua 1,0% em agosto e 4,5% no acumulado 12 meses

Segundo a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) do IBGE, o volume de serviços apresentou queda de 1,0% em agosto contra o mês anterior (dados dessazonalizados). A categoria de serviços prestados às famílias foi a única a apresentar queda (-4,8%), bastante atípica para o mês considerando o histórico da série. Os demais grupos apresentaram crescimento: Serviços…

Número de novas empresas sobe 5,1% no 3º trimestre

No 3º trimestre de 2017 o número de novas empresas cresceu 5,1% em relação ao trimestre anterior, segundo levantamento da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), com abrangência nacional. Desta forma, os valores acumulados no ano (janeiro a setembro), quando comparados ao mesmo período do ano anterior, mantiveram-se positivos, passando de um…

Vendas para o dia das crianças sobem 2,7% em 2017

Dados da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito) mostram que em 2017 as vendas do comércio para o dia das crianças aumentaram 2,7% quando comparadas aos resultados de 2016. Dessa forma, o indicador para data comemorativa tornou a subir após 2 anos consecutivos de queda, quando variou -4,2% em 2016 e -3,4%…