Indústria fecha 83 mil vagas em março

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

A taxa de desemprego subiu para 5,7% em março. Mesmo assim, o resultado foi o melhor para o mês desde 2002. Segundo o IBGE a variação média de pessoas ocupadas nas seis regiões pesquisadas recuou 0,2%.  São Paulo, que responde por 40% da pesquisa, ficou acima da média, com queda de 1,3%, devido, principalmente, a 93 mil  trabalhadores dispensados na indústria. Só em São Paulo o número de vagas na indústria encolheu 4,8%.

O desemprego se mantém em nível baixo no país. A recuperação frágil da economia tem tido pouco impacto sobre o mercado de trabalho, que ajuda a manter a pressão sobre os preços e sobre os custos, em especial da indústria. Isso se deve porque o setor de serviço é que tem balizado por cima o preço da mão de obra. Essa propagação de custos aos outros setores da economia deve permanecer. Como tudo é relativo, enquanto discutimos aqui o aumento do desemprego de 5,6% para 5,7%, do outro lado do Atlântico a taxa de desemprego atingiu 27,2% na Espanha e 10,2% na França. Tamanha diferença não deve durar para sempre.

Ed.173

Comentários

comentários

Posts relacionados

Número de novas empresas aumentou 6,6% no 1º trimestre de 2017, segundo Boa Vista SCPC

No 1º trimestre de 2017 o número de novas empresas cresceu 6,6% em relação ao mesmo período de 2016 (análise interanual), segundo levantamento da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), com abrangência nacional. Em relação ao 4º trimestre de 2016 houve aumento de 29,2%. Forma jurídica Na análise por classificação de forma…

Inadimplência das empresas inicia 2017 com queda de 0,3%, diz a Boa Vista SCPC

A inadimplência das empresas em todo o país caiu 0,3% no 1º trimestre de 2017 quando comparada ao mesmo trimestre do ano anterior, de acordo com dados da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Depois de três anos consecutivos de alta do indicador na comparação interanual (1º tri de 2017 contra o…

Boa Vista SCPC: inadimplência do consumidor paulistano caiu 4,3% no 1º trimestre

A inadimplência do consumidor na cidade de São Paulo teve queda de 4,3% no acumulado do ano (1º trimestre de 2017 contra o mesmo período do ano passado), de acordo com os dados da Boa Vista SCPC. Na comparação interanual (março-17 contra março-16), a inadimplência retraiu 8,4%. Contra o mês anterior (março-17 contra fevereiro-17) houve…