Inflação acima da meta na zona do euro pode por em dúvida novos estímulos à economia

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

A Eurostat, agência de estatísticas da Europa, divulgou hoje que o Índice de Preço ao Produtor (PPI) na zona do euro subiu 0,9% no mês de agosto em relação a julho. O acumulado no ano é de 2,7%. O índice foi influenciado pelo aumento dos custos de energia. A elevação do índice de atacado pode pressionar a inflação na zona do euro. O índice ao consumidor em 12 meses até agosto foi de 2,6%, acima da meta de 2% do Banco Central Europeu.

A persistência da alta da inflação pode ser um elemento a mais a convencer alguns membros do BCE, em especial a Alemanha e Holanda, a não realizar novos cortes na taxa básica de juros e até mesmo não concordarem com novos estímulos para a zona do euro, o setor industrial continuará dependente de renúncias fiscais.

Ed.41

Comentários

comentários