Inflação brasileira entre as maiores

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

O Banco de Compensações Internacionais – BIS – divulgou seu relatório anual com as projeções para a inflação para os vários países que a instituição pesquisa. O relatório projeta a inflação brasileira em 6,3% para este ano. Essa projeção indica a terceira mais elevada inflação entre as grandes economias. A mais elevada é a da Turquia, com taxa de 8,3%, seguida da Rússia com 6,4%. No grupo dos Brics, somente o Brasil e a África do Sul, com 6,2%, terão alta maior dos preços este ano, enquanto o nível permanece estável ou em queda nos outros países.

A RC Consultores projeta a inflação para este ano em 6,4%, índice próximo do teto da meta de 6,5%. O rompimento da meta só não ocorrerá porque os preços administrados continuam represados. Na última sexta-feira o governo de São Paulo autorizou um reajuste médio de 5,29% nos pedágios nas rodovias paulistas. As concessionárias ameaçam entrar na Justiça por considerar o reajuste autorizado, abaixo da inflação, como quebra de contrato. O calendário eleitoral continuará influenciando os reajustes dos preços administrados. Tudo indica que no próximo ano, quando será necessário ajustar esses preços represados, o Brasil continuará liderando o ranking do BIS com uma das maiores inflações.

Comentários

comentários