Inflação em 2014 exigirá atenção especial

Por Marcel Caparoz / Everton Carneiro, da RC Consultores

O IPCA de novembro avançou 0,54%, segundo dados divulgados nesta manhã pelo IBGE. O resultado é inferior ao esperado pelo mercado e contraria a expectativa de aceleração do índice no último quadrimestre do ano. Em outubro de 2013, o avanço foi de 0,56%. É a primeira vez que há uma desaceleração de outubro para novembro desde 2008. No ano, a alta acumulada é de 4,95%, abaixo do registrado em 2012, de 5,01% no mesmo período. Destacam-se a inflação persistente de serviços, com alta acumula em 12 meses de 8,56%, assim como a variação dos preços administrados, cuja variação acumulada em 12 meses foi de apenas 0,94%, destoando dos demais grupos que compõem o IPCA.

Ontem o Banco Central divulgou a ata da reunião do COPOM que elevou a Taxa Selic de 9,5% para 10% ao ano, indicando possível nova elevação, ainda que menor, nas próximas reuniões, devido ao efeito defasado da Selic sobre a inflação. Apesar disso, o cenário de inflação para o próximo ano permanece preocupante. Uma eventual desvalorização do real acima das expectativas poderá pressionar os preços dos bens, enquanto os serviços serão ainda mais impulsionados em função da realização da Copa do Mundo e das eleições. Além disso, a política de controle da inflação via preços administrado se esgotou. Neste cenário, o olhar sobre a inflação em 2014 deverá ser, como indica a ata do Banco Central, “especialmente vigilante”.

Ed.328

Comentários

comentários

Posts relacionados

Uso de certificado digital na entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física garante segurança e agilidade aos contribuintes

Contribuintes com rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70 no ano de 2016 precisam entregar, obrigatoriamente, até o dia 28 de abril a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física – DIRF 2017. Para tornar essa obrigação junto à Receita Federal mais simples, rápida e prática, com a segurança da transmissão de informações pelo ambiente online,…

Maioria dos consumidores afirma ter perfil equilibrado quanto aos seus hábitos de consumo, revela pesquisa da Boa Vista SCPC

A maioria dos entrevistados (59%) em pesquisa inédita desenvolvida pela Boa Vista SCPC afirma ter um perfil equilibrado quando questionada sobre os seus hábitos de compra. Outros 28% dizem ter perfil conservador, e 13% afirmam ser consumistas. O levantamento da Boa Vista SCPC, elaborado com 1.169 entrevistados, em todo o Brasil, no período entre 31…

Parceria ADASP com a Boa Vista SCPC possibilita a ampliação de resultados

A Boa Vista SCPC tem parceria com mais de 2.200 entidades de classes representativas em todo o Brasil. Destaca-se também pela inovação e contínuo investimento em tecnologia para desenvolvimento de soluções que antecipem as principais demandas do mercado. Possui um time com centenas de profissionais especializados em modelagem estatística de informações, o que garante produtos…