Juros em alta no Brasil

Por Marcel Caparoz, da RC Consultores

A taxa de juros ao consumidor continua subindo. A taxa dos recursos livres destinados à pessoa física (ofertados principalmente pelos bancos comerciais) sofreu em Julho/14 uma nova alta, alcançando o patamar de 43,2% a.a., o maior valor desde Março/11. Em julho do ano passado a taxa era de 36,2% a.a. Como consequência deste movimento, o spread bancário voltou a subir, atingindo 31,7% a.a.

A expectativa de uma deterioração no mercado de trabalho, com aumento do desemprego e uma consequente elevação da inadimplência, tem levado os bancos comerciais a tomar medidas para mitigar este risco. Seja pela maior restrição na concessão de crédito ou pela elevação dos juros cobrados. Diante do arrefecimento, o Banco Central tem buscado atenuar este cenário com medidas de estímulo à concessão de crédito. O relaxamento das exigências sobre as reservas compulsórias dos bancos, anunciadas recentemente pelo BC, tem o potencial de injetar na economia a quantia de R$ 40 bilhões, medida que pode não ser o suficiente para a retomada do crédito diante do difícil cenário econômico para 2015.

Comentários

comentários

Posts relacionados

Demanda por Crédito do Consumidor cai 0,7% no 1º semestre, segundo Boa Vista SCPC

A Demanda por Crédito do Consumidor caiu 0,7% no 1º semestre de 2017, em comparação ao 1º semestre de 2016, de acordo com dados nacionais da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Na avaliação interanual, junho apresentou estabilidade nos dados, enquanto nos valores acumulados em 12 meses (julho de 2016 até junho…

Movimento do Comércio cai 3,2% no 1º semestre, diz Boa Vista SCPC

O Indicador Movimento do Comércio, que acompanha o desempenho das vendas no varejo em todo o Brasil, caiu 3,2% no acumulado no ano (1º semestre de 2017 contra o mesmo período do ano passado), de acordo com os dados apurados pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Na avaliação acumulada em 12…

47% dos consumidores inadimplentes estão muito endividados, revela pesquisa da Boa Vista SCPC

O nível de endividamento elevado (muito endividado) atinge 47% dos consumidores inadimplentes, ou seja, que estão com o “nome sujo”, de acordo com a pesquisa nacional Perfil do Consumidor Inadimplente, realizada pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), com cerca de 1.500 respondentes. Em seguida, 26% se dizem mais ou menos endividados,…