Melhora confiança na zona do euro

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

O Tesouro Italiano colocou hoje € 6,5 bilhões em dívida de médio e longo prazo. A maturidade de 10 anos atingiu “yield” de 4,17%, taxa mais baixa desde outubro de 2010.  Também foram emitidas obrigações de cinco anos com “yield” a 2,94%, inferior aos 3,26% atingido em dezembro.  Esta semana a Itália já emitiu mais de € 20 bilhões em dívida.

O bom momento para a colocação dos títulos soberanos europeus é resultado da política de injeção de liquidez adotada pelos bancos centrais dos países ricos, sobretudo do Fed, BCE, Banco da Inglaterra e Banco do Japão. Aparentemente a melhoria nos mercados financeiros está começando a transmitir-se na confiança dos agentes econômicos, ainda que de forma lenta. O índice de confiança dos executivos e consumidores da zona do euro cresceu de 87,8 em dezembro para 89,2 em janeiro, segundo comunicado divulgado hoje pela Comissão Europeia. Ainda é cedo para sugerir que estamos perante uma recuperação real e vigorosa.

Ed.115

Comentários

comentários

Posts relacionados

Boa Vista SCPC: inadimplência do consumidor paulistano caiu 4,3% no 1º trimestre

A inadimplência do consumidor na cidade de São Paulo teve queda de 4,3% no acumulado do ano (1º trimestre de 2017 contra o mesmo período do ano passado), de acordo com os dados da Boa Vista SCPC. Na comparação interanual (março-17 contra março-16), a inadimplência retraiu 8,4%. Contra o mês anterior (março-17 contra fevereiro-17) houve…

Demanda por Crédito do Consumidor cai 4,0% no 1º trimestre, segundo Boa Vista SCPC

Dados nacionais da Boa Vista SCPC apontam que a Demanda por Crédito do Consumidor caiu 4,0% no 1º trimestre de 2017 na comparação com o mesmo período do ano anterior. Já na avaliação dos valores acumulados em 12 meses (abril de 2016 até março de 2017 frente aos 12 meses antecedentes) houve retração de 9,3%,…

Percentual de cheques devolvidos atinge 2,29% em março, segundo Boa Vista SCPC

No mesmo mês do ano anterior, o percentual foi de 2,59% 20 de abril 2017 – O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) como proporção do total de cheques movimentados[1] atingiu 2,29% em março, registrando diminuição em relação ao mesmo mês do ano anterior, quando alcançou 2,59%. O que representa menos cheques…