Melhoram as expectativas para 2017

Por Flávio Calife

Apesar de apontar piora nas expectativas dos agentes econômicos para 2016, há o que comemorar no Relatório Focus de hoje divulgado pelo Banco Central. Os agentes econômicos começam a vislumbrar possibilidades reais de melhora para 2017.

Enquanto as expectativas para o crescimento do PIB continuam a piorar para 2016 (previsão de queda de 3,89%), as expectativas para a atividade em 2017 foram ajustadas para cima pela segunda semana consecutiva. Após dois anos seguidos de rompimento do teto da meta de 6,5% (2015 e provavelmente 2016), as expectativas para a inflação em 2017 já estão em 5,72%.

Com a fraca atividade e a inflação em queda, os juros básicos que subiram rapidamente em 2015 e se mantiveram em patamar elevado por um longo período, finalmente devem começar a ceder. Para 2016 espera-se queda de 1 p.p., atingindo 13,25%, mas para 2017, espera-se juro abaixo dos 12%.

Melhoraram também para 2017 as expectativas para o resultado primário, ponto crucial para o ajuste da economia no médio prazo. Apesar dos analistas ainda preverem déficits para os próximos anos, o tamanho do rombo está recuando com as mudanças esperadas na política econômica de um possível novo governo. Confirmando-se essas expectativas, as portas estarão abertas para a melhora da confiança dos agentes econômicos.

 

Comentários

comentários

Posts relacionados

Percentual de cheques devolvidos atinge 1,79% em agosto

O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) como proporção do total de cheques movimentados atingiu 1,79% em agosto, registrando considerável redução em relação ao mesmo mês do ano anterior (-0,34 p.p.). Na comparação mensal, o percentual de cheques devolvidos sobre movimentados diminuiu frente a julho (quando o nível foi de 1,90%),…

Para 46% dos consumidores, o Cadastro Positivo tem como principal benefício auxiliar na obtenção de crédito e contratação de financiamentos

Em pesquisa inédita com consumidores de todo o Brasil, a Boa Vista SCPC identificou que para 46% dos entrevistados, o Cadastro Positivo tem como principal objetivo auxiliar na obtenção de crédito e na contratação de financiamentos. Outros 26% acreditam que o banco de dados com informações positivas sobre consumidores classifica de forma mais assertiva e…

Movimento do Comércio sobe 2,2% em agosto

O Indicador Movimento do Comércio, que acompanha o desempenho das vendas no varejo em todo o Brasil, subiu 2,2% em agosto quando comparado a julho na análise com ajuste sazonal, de acordo com os dados apurados pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Na avaliação acumulada em 12 meses (setembro de 2016…