Mercosul chega a consenso para acordo com União Europeia

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

 

Os países do Mercosul finalizaram a proposta do bloco para um acordo de livre comércio com a União Europeia. A oferta prevê a redução de tarifas de importação cobradas pelos países do Mercosul a 87% do comércio com os europeus nos próximos anos. Ao contrário do que ocorria até o mês passado, quando a proposta única esbarrava na relutância argentina em abrir mais rapidamente seu mercado, os parceiros do Mercosul contornaram suas divergências. A Venezuela não participa das negociações com a UE. A expectativa do governo brasileiro é que essa oferta possa ser apresentada aos europeus até junho.

Uma boa notícia no momento em que a falta de uma postura mais agressiva do Brasil no comércio internacional tem trazido consequências negativas importantes para o setor industrial. O mundo procura parcerias específicas, de âmbito mais restrito, como a Parceria Transpacífico, que os EUA lideram, procurando envolver comercialmente os aliados em torno daquele oceano, como Japão, Austrália, Coreia do Sul e alguns dos nossos vizinhos, como Peru, Colômbia e Chile, e a aliança de Parceria Transatlântica de Comércio e Investimentos, reunindo Europa e EUA. O Brasil estava se isolando, ficando refém da situação da Argentina no Mercosul. A negociação desse acordo birregional se arrasta há 14 anos e ainda deve demorar para ser finalizado, uma vez que a EU coloca ênfase na negociação de acordo de Comércio e Investimento com os EUA.

Ed.395

 

Comentários

comentários

Posts relacionados

Fazer parte do Cadastro Positivo passa a ser fundamental para o consumidor, afirma Boa Vista SCPC

Se por um lado a aprovação da Medida Provisória que tornará automática a adesão dos consumidores brasileiros ao banco de dados de bons pagadores, em virtude da alteração na Lei 12.414/2011 está, por tempo indeterminado, pendente em Brasília, por outro, passa a ser cada vez mais contundente a responsabilidade de o consumidor conhecer e entender…

Percentual de cheques devolvidos atinge 2,11% em maio, segundo Boa Vista SCPC

O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) como proporção do total de cheques movimentados[1] atingiu 2,11% em maio, registrando uma diminuição em relação ao mesmo mês do ano anterior, quando alcançou 2,33%. Na comparação mensal, o percentual de cheques devolvidos sobre movimentados obteve leve aumento (em abril o nível foi de…

Movimento do Comércio sobe 2,7% em maio, diz Boa Vista SCPC

Informações do varejo apuradas pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito) apontam que o Movimento do Comércio subiu 2,7% em maio, considerando os dados mensais com ajuste sazonal. Na avaliação acumulada em 12 meses (junho de 2016 até maio de 2017 frente ao mesmo período do ano anterior) houve queda de 3,0%…