Mitt Romney, candidato republicano, traz reforma do IR na sua plataforma

Por Paulo Rabello de Castro, da RC Consultores

O candidato republicano à presidência americana, Mitt Romney , tem uma proposta objetiva de melhorar as abaladas finanças do governo dos EUA, que combina redução geral – em 20% – das alíquotas do imposto de renda das pessoas físicas, com uma equivalente eliminação  das deduções hoje permitidas aos indivíduos de alta renda nos EUA. O objetivo do candidato é cobrar mais aos de renda afluente, devolvendo capacidade de gasto aos que recolhem imposto na base da pirâmide. O valor a ser devolvido à classe média e trabalhadores é por volta de US$200 bilhões/ano.  Isso ajudaria a impulsionar o consumo, inclusive pela redução do endividamento, que pressiona a base da sociedade, especialmente pelos empréstimos hipotecários. Os mais ricos pagariam a conta sem muita chance de reclamar, já que as alíquotas efetivas do imposto seriam 20% mais baixas, embora compensadas pela abolição das deduções vultosas de que hoje os mais ricos lançam mão.

Em 2009, último dado disponível, os mais ricos (com renda anual de $100.000,00 ou mais) abateram quase $700 bilhões. Com uma alíquota marginal de 30% aplicável a essa renda não mais dedutível, a arrecadação fiscal adicional seria suficiente para compensar a redução da alíquota de todos os contribuintes.  A ideia faz sentido e, se for acompanhada de propostas inteligentes de controle de gastos públicos, sobretudo com Defesa, poderia apontar a saída que está faltando para os EUA retomarem um crescimento confiável até 2014.

Ed.19

Comentários

comentários