Moeda chinesa reverte processo de valorização

 Por Thiago Custodio Biscuola / Everton Carneiro, da RC Consultores.

Nos últimos anos, a moeda chinesa, o yuan, passou por um processo lento mas contínuo de valorização. No ano de 2013, o yuan valorizou-se 2,57% frente ao dólar. Em janeiro de 2014 a moeda chinesa atingiu ¥ 6,052/US$. A partir daí, esta tendência inverteu-se e a moeda chinesa voltou a perder valor. Em 2014, a desvalorização já é de 3,30%. Hoje o yuan foi negociado a ¥ 6,2540/US$, o maior valor desde outubro de 2012. Em março desde ano, o Banco Central chinês ampliou a banda de variação da moeda, de 1% para 2%.

A desvalorização recente da moeda chinesa impõe mais um obstáculo aos concorrentes emergentes e a ainda frágil recuperação nos avançados. Quando analisamos a taxa de câmbio efetiva real, que considera as variações de preços nos países, o movimento é ainda mais brusco. Como a inflação na China é inferior à de seus concorrentes e até do próprio EUA, há um significativo ganho de competitividade de seus produtos. As exportações chinesas, que haviam perdido o fôlego neste ano, podem ter um novo impulso. A tendência de redução do desequilíbrio global em transações correntes (ainda amplamente superavitário para China) pode sofrer alguma reversão, intensificando a pressão, principalmente dos norte-americanos, para a valorização da moeda chinesa.

 

Ed.405

 

Comentários

comentários

Posts relacionados

47% dos consumidores inadimplentes estão muito endividados, revela pesquisa da Boa Vista SCPC

O nível de endividamento elevado (muito endividado) atinge 47% dos consumidores inadimplentes, ou seja, que estão com o “nome sujo”, de acordo com a pesquisa nacional Perfil do Consumidor Inadimplente, realizada pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), com cerca de 1.500 respondentes. Em seguida, 26% se dizem mais ou menos endividados,…

Boa Vista SCPC: recuperação de crédito cai 1,1% no semestre

O indicador de recuperação de crédito – obtido a partir da quantidade de exclusões dos registros de inadimplentes da base da Boa Vista SCPC – apontou queda de 1,1% no 1º semestre do ano quando comparado ao mesmo período do ano anterior. Na variação acumulada em 12 meses (julho de 2016 até junho de 2017)…

Inadimplência do consumidor cai 0,8% no 1º semestre, diz Boa Vista SCPC

A inadimplência do consumidor caiu 0,8% no 1º semestre de 2017, na comparação com o 1º semestre de 2016, de acordo com dados nacionais da Boa Vista SCPC. Na avaliação acumulada em 12 meses (julho de 2016 até junho de 2017 frente aos 12 meses antecedentes) houve retração de 3,1%. Na avaliação mensal dessazonalizada, a…