MP dos Portos causa comoção antes mesmo de sair do papel

Por Paulo Rabello de Castro, da RC Consultores

A justificada pressa do governo em destravar o nó da infraestrutura encontrou ontem seu primeiro sinal de resistência direta ao enfrentar as manifestações de sindicatos de trabalhadores portuários afetados pela MP dos Portos. A MP marcou até data limite de 60 dias – prazo apertado demais –  para a realização de  licitação de nada menos que 159 terminais portuários. O ministro-secretário Leonidas Cristino anunciou ontem que o mutirão de leilões começará por Santos e Belém e sob novas regras, que incentivam o menor preço de serviços e o maior volume de carga operada. As autoridades já reconhecem que não será possível cumprir o prazo heroico determinado na MP.

Esmiuçando a notícia, é perceptível a fragilidade do plano do governo: a MP enfrentará resistências no Congresso para ser aprovada mas, antes disso, defrontará clara oposição dos sindicatos com quem o governo não sentou para conversar e negociar. Nesse ambiente, e ainda criticado por intervencionismo e falta de planejamento, o governo Dilma terá dificuldade de motivar grupos empresariais fortes e confiáveis para assumir os portos. Começam os problemas por uma questão técnica preliminar, os acessos aos terminais portuários, estes sim, maior fonte de congestionamento no escoamento das mercadorias. Os acessos estão em outra parte do plano do governo, mas um não fala com o outro.

Ed.126

Comentários

comentários

Posts relacionados

Demanda por Crédito do Consumidor sobe 5,2% em agosto

A Demanda por Crédito do Consumidor subiu 5,2% em agosto (expurgados os efeitos sazonais), de acordo com dados nacionais da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Na avaliação interanual, agosto apresentou elevação de 1,9%, enquanto nos valores acumulados em 12 meses (setembro de 2016 até agosto de 2017 frente aos 12 meses…

Percentual de cheques devolvidos atinge 1,79% em agosto

O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) como proporção do total de cheques movimentados atingiu 1,79% em agosto, registrando considerável redução em relação ao mesmo mês do ano anterior (-0,34 p.p.). Na comparação mensal, o percentual de cheques devolvidos sobre movimentados diminuiu frente a julho (quando o nível foi de 1,90%),…

Para 46% dos consumidores, o Cadastro Positivo tem como principal benefício auxiliar na obtenção de crédito e contratação de financiamentos

Em pesquisa inédita com consumidores de todo o Brasil, a Boa Vista SCPC identificou que para 46% dos entrevistados, o Cadastro Positivo tem como principal objetivo auxiliar na obtenção de crédito e na contratação de financiamentos. Outros 26% acreditam que o banco de dados com informações positivas sobre consumidores classifica de forma mais assertiva e…