No news, bad news

Nenhuma novidade na Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) divulgada hoje pelo IBGE. O primeiro trimestre do ano, como esperado, foi desfavorável para os comerciantes brasileiros ao apontar queda de 0,8% das vendas, frente ao mesmo período de 2014. O recuo das vendas na Páscoa, o resultado negativo da PMC no mês de fevereiro, os baixos níveis de confiança do comércio e do consumidor vêm sinalizando um novo cenário para o varejo. O mercado já pressentia um resultado ruim para o acumulado dos primeiros meses do ano.

O resultado apurado pela PMC apenas confirmou o cenário preconizado pelo indicador de Movimento do Comércio, elaborado pela Boa Vista SCPC e divulgado ainda em abril. O indicador também mostrava queda no resultado do primeiro trimestre, e mais que isto, uma retração de iguais 0,8% apontados pela PMC para o período. A desaceleração do varejo vem se intensificando à medida em que os determinantes do consumo se deterioram. O mercado de trabalho perde fôlego, o crédito encarece e se retrai e os preços não ajudam, deixando o consumidor cada vez mais precavido e menos disposto a gastar.

Os dados da PMC são de março e dois meses depois ainda notamos um fraco desempenho do comércio. A data mais importante do primeiro semestre, o Dia das Mães, principal termômetro para as vendas do ano, apresentou recuo em relação ao ano passado. Apesar de já termos nos distanciado de março, o resultado aferido pela PMC parece atual.

Comentários

comentários