Novo ICMS deve ficar apenas para 2014

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

A reforma do ICMS e do PIS/Cofins, se for aprovada, só entrará em vigor em 2014, anunciou ontem o governo. Segundo o Ministério da Fazenda, a política de desonerações e redução dos impostos na conta de luz torna inviável a minirreforma tributária em 2013.

Estudo elaborado pela Latin Business Chronicles aponta que o Brasil ocupa a última posição no sistema tributário mais atraente para empresas da América Latina. No ranking, o Chile aparece em primeiro lugar. O estudo leva em conta quatro fatores para elaborar o ranking: carga tributária, impostos como porcentagem dos lucros, número de formulários e o tempo gasto para preenchê-los. A carga tributária no Brasil, de 34%, é significativamente maior que a do Chile com 18,5%.  No quesito tempo, na Argentina são necessárias 415 horas por ano para preencher formulários, no Brasil são necessárias 2.600 horas.
O Brasil pode estar perdendo um tempo precioso. Somente uma ação mais profunda na política fiscal, com uma reforma tributária que contemple redução e simplificação dos impostos, pode, de fato, promover a competitividade de que o Brasil tanto precisa, evitando a desindustrialização do país.

Ed.47

Comentários

comentários

Posts relacionados

Boa Vista SCPC: inadimplência do consumidor paulistano caiu 4,3% no 1º trimestre

A inadimplência do consumidor na cidade de São Paulo teve queda de 4,3% no acumulado do ano (1º trimestre de 2017 contra o mesmo período do ano passado), de acordo com os dados da Boa Vista SCPC. Na comparação interanual (março-17 contra março-16), a inadimplência retraiu 8,4%. Contra o mês anterior (março-17 contra fevereiro-17) houve…

Demanda por Crédito do Consumidor cai 4,0% no 1º trimestre, segundo Boa Vista SCPC

Dados nacionais da Boa Vista SCPC apontam que a Demanda por Crédito do Consumidor caiu 4,0% no 1º trimestre de 2017 na comparação com o mesmo período do ano anterior. Já na avaliação dos valores acumulados em 12 meses (abril de 2016 até março de 2017 frente aos 12 meses antecedentes) houve retração de 9,3%,…

Percentual de cheques devolvidos atinge 2,29% em março, segundo Boa Vista SCPC

No mesmo mês do ano anterior, o percentual foi de 2,59% 20 de abril 2017 – O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) como proporção do total de cheques movimentados[1] atingiu 2,29% em março, registrando diminuição em relação ao mesmo mês do ano anterior, quando alcançou 2,59%. O que representa menos cheques…