Peña Nieto assume no México e enfrenta a China

Por Paulo Rabello de Castro, da RC Consultores

Com disposição para fazer o México se tornar um “tigre” na economia, o novo presidente assumiu esta semana prometendo uma nova era de desenvolvimento, baseada em eficiência e competitividade. Parece ser para valer. A iniciativa de enfrentar a China em um painel na OMC contra os subsídios chineses aos produtos têxteis que entram no mercado americano – centro da disputa – denota como os mexicanos agirão no comercio exterior com agressividade e senso de propósito. A China sentiu o golpe, impedindo que os EUA e a União Europeia acompanhem de perto as sessões na OMC precedentes à instalação da fase judicial dos processo. A China não  quer testemunhas para ouvir o que tem a dizer para fazer o México recuar em sua denúncia.

O Brasil deve ter grande interesse em saber como o México age. Nosso saldo comercial bilateral com os mexicanos tem se ampliado. Em autos e peças, onde já fomos superavitários até 2008, temos hoje um déficit de cerca de US$1,5 bi. Esse negativo deve aumentar em 2013, pelos incentivos que damos ao consumo interno, aliados aos obstáculos às exportações brasileiras. Não encaramos o tema da competitividade como essencial. Já os mexicanos são o primeiro emergente a bater de frente contra a China. Certamente, com alguma inspiração norte-americana.

Ed.82

Comentários

comentários

Posts relacionados

Fazer parte do Cadastro Positivo passa a ser fundamental para o consumidor, afirma Boa Vista SCPC

Se por um lado a aprovação da Medida Provisória que tornará automática a adesão dos consumidores brasileiros ao banco de dados de bons pagadores, em virtude da alteração na Lei 12.414/2011 está, por tempo indeterminado, pendente em Brasília, por outro, passa a ser cada vez mais contundente a responsabilidade de o consumidor conhecer e entender…

Percentual de cheques devolvidos atinge 2,11% em maio, segundo Boa Vista SCPC

O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) como proporção do total de cheques movimentados[1] atingiu 2,11% em maio, registrando uma diminuição em relação ao mesmo mês do ano anterior, quando alcançou 2,33%. Na comparação mensal, o percentual de cheques devolvidos sobre movimentados obteve leve aumento (em abril o nível foi de…

Movimento do Comércio sobe 2,7% em maio, diz Boa Vista SCPC

Informações do varejo apuradas pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito) apontam que o Movimento do Comércio subiu 2,7% em maio, considerando os dados mensais com ajuste sazonal. Na avaliação acumulada em 12 meses (junho de 2016 até maio de 2017 frente ao mesmo período do ano anterior) houve queda de 3,0%…