Petróleo abaixo de 90 dólares

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

O preço do Petróleo WTI chegou hoje a seu menor nível em 17 meses. Foi negociado em Nova York a US$ 89,49 por barril. O barril de Brent, referência para o consumo europeu, também abriu em queda de 1,53%, sendo negociado a US$ 92,72, preço mais baixo desde junho de 2012. Os preços do petróleo estão pressionados pelo desaquecimento econômico na zona do euro e a elevada produção nos EUA.

Dois fatores contribuem para a queda dos preços do petróleo, mesmo com os combates na Síria, no Iraque e na Líbia e o conflito entre a Rússia e a Ucrânia. O primeiro é reflexo não só da desaceleração do crescimento mundial, mas, principalmente, da mudança da política monetária americana, que atinge indistintamente todas as commodities. O outro é a revolução que o xisto nos EUA está provocando nos mercados de energia no mundo. A Energy Information Administration – EIA – estima que a produção de petróleo nos EUA vai subir 14% este ano, para 8,5 milhões de barris por dia e atingir 9,5 milhões no próximo ano, nível mais elevado desde 1970. Pela tendência atual, os EUA poderão alcançar a Arábia Saudita e a Rússia em produção unicamente de petróleo até o final da década. Se considerarmos a produção de petróleo e subprodutos, como etano e propano, a produção americana foi equivalente à da Arábia Saudita em junho e agosto, em cerca de 11,5 milhões de barris/dia. Se esse boom de produção americana continuar no mesmo ritmo, o país deverá ultrapassar a Arábia Saudita no próximo mês, pela primeira vez desde 1991.

Comentários

comentários

Posts relacionados

Número de novas empresas aumentou 6,6% no 1º trimestre de 2017, segundo Boa Vista SCPC

No 1º trimestre de 2017 o número de novas empresas cresceu 6,6% em relação ao mesmo período de 2016 (análise interanual), segundo levantamento da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), com abrangência nacional. Em relação ao 4º trimestre de 2016 houve aumento de 29,2%. Forma jurídica Na análise por classificação de forma…

Inadimplência das empresas inicia 2017 com queda de 0,3%, diz a Boa Vista SCPC

A inadimplência das empresas em todo o país caiu 0,3% no 1º trimestre de 2017 quando comparada ao mesmo trimestre do ano anterior, de acordo com dados da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Depois de três anos consecutivos de alta do indicador na comparação interanual (1º tri de 2017 contra o…

Boa Vista SCPC: inadimplência do consumidor paulistano caiu 4,3% no 1º trimestre

A inadimplência do consumidor na cidade de São Paulo teve queda de 4,3% no acumulado do ano (1º trimestre de 2017 contra o mesmo período do ano passado), de acordo com os dados da Boa Vista SCPC. Na comparação interanual (março-17 contra março-16), a inadimplência retraiu 8,4%. Contra o mês anterior (março-17 contra fevereiro-17) houve…