Petróleo continuará pressionando balança comercial

Por Marcel Caparoz / José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

O Ministério do Desenvolvimento e Comércio Exterior divulgou ontem o resultado negativo de US$ 1,9 bilhão da balança comercial em julho. No ano já acumula um saldo negativo de US$ 5 bilhões. As exportações até julho somam US$ 135 bilhões, queda de 2,1%, enquanto as importações subiram 9,2%, atingindo US$ 140,2 bilhões. A conta de importações de combustíveis e lubrificantes surpreendeu com um aumento de 77,5% em relação ao mês anterior, e 69,3% ante o mesmo mês do ano anterior, atingindo US$ 5,3 bilhões.

O ritmo de crescimento das importações dos derivados de petróleo em 2013, já descontados os US$ 4,5 bilhões importados em 2012 e contabilizados este ano, continua elevado, com crescimento médio de 7,3% em relação a 2012. Tudo indica que o petróleo continuará pressionando a balança comercial. Embora a taxa de câmbio desvalorizada possa favorecer um menor crescimento das importações, a projeção do mercado de US$ 5,7 bilhões de superávit para este ano está superdimensionada.

Ed.240

Comentários

comentários

Posts relacionados

Número de novas empresas aumentou 6,6% no 1º trimestre de 2017, segundo Boa Vista SCPC

No 1º trimestre de 2017 o número de novas empresas cresceu 6,6% em relação ao mesmo período de 2016 (análise interanual), segundo levantamento da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), com abrangência nacional. Em relação ao 4º trimestre de 2016 houve aumento de 29,2%. Forma jurídica Na análise por classificação de forma…

Inadimplência das empresas inicia 2017 com queda de 0,3%, diz a Boa Vista SCPC

A inadimplência das empresas em todo o país caiu 0,3% no 1º trimestre de 2017 quando comparada ao mesmo trimestre do ano anterior, de acordo com dados da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Depois de três anos consecutivos de alta do indicador na comparação interanual (1º tri de 2017 contra o…

Boa Vista SCPC: inadimplência do consumidor paulistano caiu 4,3% no 1º trimestre

A inadimplência do consumidor na cidade de São Paulo teve queda de 4,3% no acumulado do ano (1º trimestre de 2017 contra o mesmo período do ano passado), de acordo com os dados da Boa Vista SCPC. Na comparação interanual (março-17 contra março-16), a inadimplência retraiu 8,4%. Contra o mês anterior (março-17 contra fevereiro-17) houve…