PIB do sul da zona do euro tem forte queda

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

O PIB de Portugal, Espanha, Itália e Grécia tiveram forte queda em 2012. A economia da Itália contraiu 2,8% na comparação anual. Em Portugal, o PIB recuou 3,2% em 2012. O pior resultado desde 1975. A economia grega encolheu 6,4% no ano passado. É o quinto ano consecutivo que a Grécia apresenta contração do PIB, que já soma uma queda de 20% em termos reais desde 2008. Na Espanha o PIB caiu, em 2012, 1,4%.

A demanda doméstica fraca e a queda das exportações foram as responsáveis pela contração do PIB nessas economias.  Está prevista para a próxima quinta e sexta-feira a cúpula de chefes de Estado e de Governo da União Europeia sobre o crescimento e a competitividade. Terão muito o que discutir. Não há nenhum sinal de que esse quadro de recessão na zona do euro se modifique sensivelmente neste ano.

Ed.141

Comentários

comentários

Posts relacionados

Movimento do Comércio sobe 0,5% em julho

O Indicador Movimento do Comércio, que acompanha o desempenho das vendas no varejo em todo o Brasil, subiu 0,5% em julho quando comparado a junho na análise com ajuste sazonal, de acordo com os dados apurados pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Na avaliação acumulada em 12 meses (agosto de 2016…

Percentual de cheques devolvidos atinge 1,90% em julho

O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos), como proporção do total de cheques movimentados[1] atingiu 1,90% em julho, registrando considerável redução em relação ao mesmo mês do ano anterior (-0,31 p.p.). Na comparação mensal, o percentual de cheques devolvidos sobre movimentados obteve leve alta frente ao mês anterior (em junho o…

PNAD: Rendimentos apresentam leve melhora no 2T17

De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad), os rendimentos reais dos trabalhadores apresentaram melhora em todas as regiões quando avaliadas os valores acumulados em 4 trimestres. A Região Nordeste registrou a primeira marcação positiva (1,6%), ao lado da região Sudeste (0,1%) e Centro Oeste (0,8%). Em relação ao mesmo período…