Planalto sinaliza dúvida quanto ao PIB 2013

Por Paulo Rabello de Castro, da RC Consultores

Ao divulgar objetivo de não permitir o PIB crescendo menos do que 2,7% este ano, o Planalto de fato sinaliza a dúvida, cada vez mais patente nas ações de curto prazo do governo, quanto ao resultado da economia produtiva em 2013. Na média de opiniões de especialistas, acompanhada pela pesquisa Focus, a estimativa de expansão do PIB está hoje em 2,93% e vem caindo gradativamente à medida em que se constata um comportamento mais contido do consumo e a lenta reação do investimento. A RC Consultores, desde o início do ano, tem antecipado sua projeção de um crescimento de apenas 2,7% em 2013.

O Banco Central também acompanha a divulgação, hoje, da estimativa de crescimento do PIB no primeiro trimestre de 2013. Se a taxa ficar bem abaixo de 1%, que o mercado esperava, como 0,8% por exemplo, a projeção do ano como um todo poderá confirmar a queda do ritmo do PIB e, com isso, segurar o aumento da taxa de juros. Assim, ao repetir o último aumento da Selic realizado em abril, de 0,25%, o BC estaria optando por pisar mais devagar no freio do consumo para não derrubar o crescimento do PIB além do politicamente suportável.

Ed.195

Comentários

comentários

Posts relacionados

Percentual de cheques devolvidos atinge 1,90% em julho

O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos), como proporção do total de cheques movimentados[1] atingiu 1,90% em julho, registrando considerável redução em relação ao mesmo mês do ano anterior (-0,31 p.p.). Na comparação mensal, o percentual de cheques devolvidos sobre movimentados obteve leve alta frente ao mês anterior (em junho o…

Número de novas empresas cai 3,8% no 2º trimestre

No 2º trimestre de 2017 o número de novas empresas caiu 3,8% em relação ao trimestre anterior, segundo levantamento da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), com abrangência nacional. Assim, o resultado configura a primeira queda para esse trimestre desde o início da série histórica (2003). Ainda assim, os valores acumulados no…

Vendas para o dia dos pais recuam 0,5% em 2017

As vendas do comércio para o dia dos pais diminuíram 0,5% em 2017 quando comparadas a 2016, segundo dados da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). O recuo das vendas nesta data foi mais fraco do que o observado em 2016, quando o comércio retraiu 5,2% em relação ao mesmo período de…