Políticas de austeridade Fiscal perdem força

Por Paulo Rabello de Castro / José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores
O governo da Espanha anunciou que vai adiar os esforços para reduzir o déficit fiscal abaixo de 3% do PIB para 2016. A Espanha não está sozinha. Das cinco maiores economias da zona do euro, quatro adotaram posições contra a austeridade: França, Itália, Holanda e Espanha. Depois de três anos de hegemonia no discurso a favor das políticas de austeridade, a Alemanha começa a se isolar. A austeridade fiscal perde força na zona do euro.

O argumento contra a austeridade tem tido apoio até do FMI, suposto bastião da ortodoxia conservadora em matéria fiscal. O clamor geral agora é por mais gastos. O risco dessa inversão no princípio de compromisso com uma meta de reequilíbrio fiscal é a política econômica ficar sem qualquer âncora teórica. O limite de endividamento para uma nação é a soma do que gastam a sociedade e o Estado. Os novos austeros gastadores não fazem essa conta. Saem detonando o princípio da austeridade genericamente, no que arriscam destruir um conceito longamente sedimentado nas sociedades contemporâneas.

Ed.174

Comentários

comentários

Posts relacionados

Fazer parte do Cadastro Positivo passa a ser fundamental para o consumidor, afirma Boa Vista SCPC

Se por um lado a aprovação da Medida Provisória que tornará automática a adesão dos consumidores brasileiros ao banco de dados de bons pagadores, em virtude da alteração na Lei 12.414/2011 está, por tempo indeterminado, pendente em Brasília, por outro, passa a ser cada vez mais contundente a responsabilidade de o consumidor conhecer e entender…

Percentual de cheques devolvidos atinge 2,11% em maio, segundo Boa Vista SCPC

O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) como proporção do total de cheques movimentados[1] atingiu 2,11% em maio, registrando uma diminuição em relação ao mesmo mês do ano anterior, quando alcançou 2,33%. Na comparação mensal, o percentual de cheques devolvidos sobre movimentados obteve leve aumento (em abril o nível foi de…

Movimento do Comércio sobe 2,7% em maio, diz Boa Vista SCPC

Informações do varejo apuradas pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito) apontam que o Movimento do Comércio subiu 2,7% em maio, considerando os dados mensais com ajuste sazonal. Na avaliação acumulada em 12 meses (junho de 2016 até maio de 2017 frente ao mesmo período do ano anterior) houve queda de 3,0%…