Preço das commodities agrícolas tem queda drástica

Por José Valter Martins de Almeida e Paulo Rabello de Castro, das RC Consultores

Depois de um período de alta, o preço das commodities agrícolas desabou na última quinzena. O café caiu 6,9% nos últimos quinze dias. A queda da soja foi de 9,9%, a do milho de 10,2% e a do algodão de 16,2%. O efeito da queda ainda não chegou às commodities minerais, exceto o petróleo, que só na última semana teve queda de 3,1% (WTI), apesar dos intensos conflitos no Oriente Médio.

O cenário externo de euforia sem nexo começa a mudar. O apetite pela especulação em commodities caiu drasticamente como consequência da expectativa do mercado de que o FED suba as taxas de juros a partir de outubro desse ano. A reação do mercado à possibilidade de subida de taxas de juros demonstra que devemos ficar atentos aos riscos do final de um ciclo de taxas de juros artificialmente baixas. No caso do Brasil, a situação se agrava pela alta dependência dos preços das commodities para fechar a balança comercial e não aprofundar o já enorme déficit em conta corrente. O câmbio deve refletir a insegurança dessa mudança. Tanto aqui como em outros emergentes.

Comentários

comentários

Posts relacionados

Uso de certificado digital na entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física garante segurança e agilidade aos contribuintes

Contribuintes com rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70 no ano de 2016 precisam entregar, obrigatoriamente, até o dia 28 de abril a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física – DIRF 2017. Para tornar essa obrigação junto à Receita Federal mais simples, rápida e prática, com a segurança da transmissão de informações pelo ambiente online,…

Maioria dos consumidores afirma ter perfil equilibrado quanto aos seus hábitos de consumo, revela pesquisa da Boa Vista SCPC

A maioria dos entrevistados (59%) em pesquisa inédita desenvolvida pela Boa Vista SCPC afirma ter um perfil equilibrado quando questionada sobre os seus hábitos de compra. Outros 28% dizem ter perfil conservador, e 13% afirmam ser consumistas. O levantamento da Boa Vista SCPC, elaborado com 1.169 entrevistados, em todo o Brasil, no período entre 31…

Parceria ADASP com a Boa Vista SCPC possibilita a ampliação de resultados

A Boa Vista SCPC tem parceria com mais de 2.200 entidades de classes representativas em todo o Brasil. Destaca-se também pela inovação e contínuo investimento em tecnologia para desenvolvimento de soluções que antecipem as principais demandas do mercado. Possui um time com centenas de profissionais especializados em modelagem estatística de informações, o que garante produtos…