Preço interno da gasolina em setembro ficou 26% abaixo do preço externo

 

Por José Valter Martins de Almeida e Fabio Silveira, da RC Consultores

Em setembro de 2012, o preço internacional de realização da gasolina (na refinaria, tipo US Gulf Coast, em R$) aumentou 2,3% em relação a agosto de 2012, atingindo R$1,63/litro, devido à valorização do petróleo no mercado externo. Por outro lado, ainda neste mês, o preço doméstico de realização da gasolina (na refinaria, em R$) ficou 26% abaixo do valor do produto no mercado internacional.

Também em setembro de 2012, o preço internacional de realização do óleo diesel (na refinaria, em R$) cresceu 1,47% frente a agosto de 2012, alcançando R$1,71/litro. O preço doméstico do produto (na refinaria, em R$), por sua vez, situou-se 17% abaixo do preço observado no mercado externo.

Um reajuste nos preços dos derivados de petróleo no mercado interno parece ser inevitável no curto/médio prazo, de forma a diminuir o prejuízo da Petrobras na venda de combustíveis. Esse prejuízo afeta o fluxo financeiro da empresa, comprometendo importantes investimentos que precisam ser realizados.

 Ed.50

Comentários

comentários

Posts relacionados

Movimento do Comércio sobe 0,5% em julho

O Indicador Movimento do Comércio, que acompanha o desempenho das vendas no varejo em todo o Brasil, subiu 0,5% em julho quando comparado a junho na análise com ajuste sazonal, de acordo com os dados apurados pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Na avaliação acumulada em 12 meses (agosto de 2016…

Percentual de cheques devolvidos atinge 1,90% em julho

O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos), como proporção do total de cheques movimentados[1] atingiu 1,90% em julho, registrando considerável redução em relação ao mesmo mês do ano anterior (-0,31 p.p.). Na comparação mensal, o percentual de cheques devolvidos sobre movimentados obteve leve alta frente ao mês anterior (em junho o…

PNAD: Rendimentos apresentam leve melhora no 2T17

De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad), os rendimentos reais dos trabalhadores apresentaram melhora em todas as regiões quando avaliadas os valores acumulados em 4 trimestres. A Região Nordeste registrou a primeira marcação positiva (1,6%), ao lado da região Sudeste (0,1%) e Centro Oeste (0,8%). Em relação ao mesmo período…