Produção industrial na berlinda

Por Flávio Calife e Bruna Martins, da área de Indicadores e Estudos Econômicos da Boa Vista SCPC.

O Índice de Confiança da Indústria (ICI), divulgado hoje pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), registrou queda de 3,4% em fevereiro em relação ao mês anterior, pior resultado desde junho de 2014. Apesar da piora da confiança em relação à situação atual – reduziu 2,1% na variação mensal – o cenário é ainda mais dramático quando observado o índice relativo às expectativas, que atingiu o patamar mais baixo desde abril de 2009.

A produção industrial encerrou 2014 com queda de 3,2%. E as expectativas do mercado para o crescimento da indústria neste ano já apontam uma nova retração. O cenário para a indústria não tem sido o mais favorável nos últimos anos, é o setor mais afetado pelas incertezas que rondam a economia brasileira. O mercado de trabalho evidencia este diagnóstico. Se observarmos a evolução de pessoas ocupadas, enquanto a média nacional apresentou estabilidade, a indústria reduziu a quantidade de vagas em 3,0%.

O fato do índice não apontar melhoras na confiança em relação às expectativas dos empresários no médio prazo impacta na disposição em investir, reduzindo sobremaneira as chances de retomada de crescimento. O alento da desvalorização cambial parece não ter influenciado ainda o apetite dos industriais.

A confiança vem em queda desde 2013 e não mostra sinais de recuperação. Se a falta de confiança efetivamente contaminar o espírito dos industriais, a concretização de um segundo ano de retração do setor é cada vez mais iminente.

Comentários

comentários

Posts relacionados

Fazer parte do Cadastro Positivo passa a ser fundamental para o consumidor, afirma Boa Vista SCPC

Se por um lado a aprovação da Medida Provisória que tornará automática a adesão dos consumidores brasileiros ao banco de dados de bons pagadores, em virtude da alteração na Lei 12.414/2011 está, por tempo indeterminado, pendente em Brasília, por outro, passa a ser cada vez mais contundente a responsabilidade de o consumidor conhecer e entender…

Percentual de cheques devolvidos atinge 2,11% em maio, segundo Boa Vista SCPC

O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) como proporção do total de cheques movimentados[1] atingiu 2,11% em maio, registrando uma diminuição em relação ao mesmo mês do ano anterior, quando alcançou 2,33%. Na comparação mensal, o percentual de cheques devolvidos sobre movimentados obteve leve aumento (em abril o nível foi de…

Movimento do Comércio sobe 2,7% em maio, diz Boa Vista SCPC

Informações do varejo apuradas pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito) apontam que o Movimento do Comércio subiu 2,7% em maio, considerando os dados mensais com ajuste sazonal. Na avaliação acumulada em 12 meses (junho de 2016 até maio de 2017 frente ao mesmo período do ano anterior) houve queda de 3,0%…